Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

Costa Azzurra - Stud H & R

Inforcer - Stud Best Friends

Hispaniola Time - Haras Iposeiras

Paris Seis - Haras do Morro

Atafona Beach - Coudelaria Atafona

I Saw Everything - Stud H & R

Jackson Pollock - Stud Verde

New Prada - Stud Everest

Melhor Maneira - Stud Verde

Kim Bessinger - Stud H & R

Northern Bold - Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Nepal - Haras Figueira do Lago

Gone Hollywood - Stud Verde

Mais Que Bonita - Stud Eternamente Rio

Guaruman - Haras Planície

Oitenta Por Hora - Stud Happy Again

Parigi - Haras Clark Leite

Penélope Charming - Haras do Morro

Allister - Stud Eternamente Rio

Menina Veneno - Haras Figueira do Lago

Neusely - Haras Figueira do Lago

Queijadinha - Haras do Morro

Pepsi-Queen - Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Atafona Beach - Coudelaria Atafona

Dracarys - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Madison - Haras Figueira do Lago

Kasablanca - Stud H & R

Mais Que Bonita - Stud Eternamente Rio

Queen Of Rio - Haras Clark Leite

New Look - Haras Figueira do Lago







Gávea: comentários e indicações – domingo, por Julio Ponte [12/07/2020]

1°: 5-2-4

Na estréia o Nelson (5) mesmo largando frio pela baliza 11 ainda ameaçou a vitória de potro que na seguinte correu clássico. Hoje livre das emoções da primeira surge como a melhor indicação do dia. Roman Holiday (2) que chegou logo atrás do favorito fica para a dupla. Safari Ruller (4) que correu pouco na estréia é o tertius.

2°: 7-6-8

Vamos aqui com o estreante raçudo Irish Champion (7) que tem ótimos trabalhos para debutar. Para a dupla fico com o provável favorito da pedra New Report (6) que fez ótima estréia. Goldmark (8) hoje de B.Queroz "up" é o tertius.

3°: 3-2-7

Happy Art (3) venceu páreo de turma misturado e hoje caindo para o claiming e só entre as éguas merece destaque. A confirmadora Atena Machine (2) pelo menor caminho fica para a dupla. Matemática (7) depois.

4°: 10-8-5

Na última o Night’s Watch (10) ganharia bem mas foi bastante prejudicado durante todo o percurso. Hoje largando por fora de todos pode ter percurso melhor e vencer. Falcão da Lagoa (8) e Balaço Corunilha (5) que chegaram escassamente separados do meu escolhido são as diferenças.

5°: 8-9-4

Nergy of Tiger (8) traz campanha muito boa do Cristal onde corria com animais que aqui seriam forças destacadas. Não estranhando a primeira e pegando a grama deve debutar vitoriosamente. O atrasado Olympic Julien (9) é a diferença natural. Moschino (4) que correu menos na última é o tertius.

6°: 6-8-7

Volta aqui a Mais Que Bonita (6) que tem campanha maravilhosa e deve voltar a vencer mesmo enfrentando as mais velhas. Para a dupla deixo a Perigoosa (8) que rende tudo o que sabe na raia levinha. A perdedora North Bound (7) é o tertius.

7°: 3-1-12

Vamos aqui com o ligeiro Jaquen N’Ghar (3) que vem figurando na turma e hoje cai para o claiming. Para a dupla deixo o Nuits St George (1) que já tem dois segundos e também cai para o claiming. Independence Time (12) em péssima baliza fica como tertius.

8°: 1-12-5

Hoje melhor balizada e no páreo da Gávea a Unione (1) deve voltar a vencer. Quetal (12) que melhorou muito na grama fica como diferença. Queen of Champagne (5) depois.

9°: 4-8-3

Após vencer firme, a Tan-Tan Radiosa (4) correu muito em páreo misturado duro. Hoje no páreo da Gávea e só entre as fêmeas é boa indicação. Fashion Girl (8) que vem de derrota em cima no claiming fica para a dupla. Regal Aurora (3) depois.



Juvenis, paciência e o jogo do treinamento, por Sergio Barcellos [09/07/2020]

Paciência é uma virtude bíblica. Mais ainda, com jovens cavalos de corrida. De saída, seu motor (coração e pulmões) sempre fica pronto mais rápido que o chassis (ossos e ligamentos). Quando se acelera demais o motor antes do tempo, quebra-se o chassis.  

Depois de motor e chassis prontos são necessários meses de treinamento e competição para perceber em que circunstâncias um cavalo melhor se expressa - leia-se, mais paciência. 

Principalmente, por parte de seus naturalmente ansiosos proprietários em "ver correr." E aí é que mora o perigo...   

Ainda que as origens, o tipo físico e o temperamento do animal forneçam algumas primeiras indicações, nada é certo, nada está escrito, nesse difícil ofício de treinar, onde o profissional - qualquer profissional - tem que ter consciência de que, no fundo, está jogando xadrez com a natureza.      

E grande parte desse jogo se resume ao que Federico Tesio considerava como a mais importante qualidade de um treinador: sua capacidade de observar e aprender ("L’allenatore deve, soppratuto, ininterrottamente, osservare, interpretare e rapidamente decidere"- Tocchi in Penna al Galoppo - Editora Hoepli, Milano, 1978 - pág. 46).   

Na verdade, bons treinadores são aqueles que sempre aprendem algo a cada corrida de seu cavalo - e na maioria das vezes aprendem mais quando ele perde do que quando ganha. 

É exatamente assim que funciona a liturgia dessa arte - porque treinar cavalos de corrida é mesmo uma arte - embora ela se expresse de forma diferente nos quatro cantos do mundo, em função dos gostos, hábitos e costumes de cada sociedade onde exista um turfe desenvolvido.  

Por outras palavras, os conceitos de treinar nos EUA podem ser diferentes dos conceitos de treinar na França. E invariavelmente são. Que por sua vez, podem ser diferentes dos conceitos de treinar na Austrália, e assim por diante...dízima periódica... 

E como geneticamente os indivíduos diferem uns dos outros, não existe um formato ideal e universal aplicável ao treinamento de todos os cavalos que constituem a raça puro sangue inglês de corrida.   

Isto posto, como em outras atividades do mundo moderno, os níveis de especialização dentro da profissão tendem a crescer. Ao ponto de hoje em dia se distinguir - principalmente no hemisfério norte - entre quem treina bem para a velocidade, de quem treina melhor para a distância. 

Fora os gênios da profissão, que treinam bem para ambas as especialidades, é normal que assim seja.   

Isso tem muito a ver com a genética do cavalo, cujo genoma foi decifrado em 2006, por sinal, a partir de uma égua PSI. O que nos remete a algumas observações sobre juvenis, paciência e treinamento. 



Neste ano, Hat Trick, apresenta sua primeira geração brasileira. [29/06/2020]


Nascido no Japão, Hat Trick, fez campanha de destaque na Asia. Em 21 saídas, conquistou 6 vitorias, destaque para as vitórias em provas de grupo I no Japão e em Hong Kong. No Japão venceu a Mile Championship (GI) e em Hong Kong venceu a Hong Kong Mile (GI).

Ingressou na reprodução em 2008 e produziu diversos ganhadores clássicos, destaques para, o francês Dabirsim, que venceu o Prix Morny (GI) e Jean-Luc Lagardere (GI) e o americano King David, também vencedor de prova de grupo 1.

Em regime de shuttling na Argentina produziu ganhadores de graduação maxima, como: Giant Killing, Hat Puntano e Zapata. Agora no Brasil, Hat Trick, apresenta a sua primeira produção brasileira e promete fazer muito sucesso. Dia 23 de julho o Haras Santa Rita da Serra realiza o seu tradicional leilão, onde serão ofertados diversos filhos de Hat Trick, vale a pena conferir.

Hat Trick é um filho de Sunday Silence e Tricky Code por Lost Code e este ano estará alojado no Haras Springfield.

da Redação






Outras notícias:

[12/07/2020 - 10h06min] - Banco de vídeos dos produtos do Haras Santa Rita da Serra

[12/07/2020 - 09h59min] - Gávea: Estreantes, por Leandro Mancuso

[12/07/2020 - 09h54min] - Recife: Comentários e indicações

[12/07/2020 - 09h46min] - Recife: Treinador J.R.Cifuentes confiante na apresentação de Barishnikov na Madalena.

[12/07/2020 - 09h26min] - Comentários do treinador J.F.Reis sobre suas inscrições da semana na Gávea

[11/07/2020 - 09h34min] - Cidade Jardim: indicações – sábado, por Julio Ponte

[11/07/2020 - 08h27min] - Jolie Olímpica corre hoje em Keeneland

[10/07/2020 - 13h30min] - Universal Law ótima opção de garanhão nacional.

[10/07/2020 - 13h27min] - Unbridled Star, ótima opção para quem busca um velocista.

[10/07/2020 - 09h22min] - Amanhã tem Jolie Olímpica em Keeneland

[10/07/2020 - 09h14min] - Na Argentina, turfe parado preocupa a todos

[09/07/2020 - 12h21min] - Bastidores da Gávea, por Leandro Mancuso

[09/07/2020 - 09h47min] - Fino Trato – Temporada de Monta 2019

[09/07/2020 - 09h08min] - Mais Que Bonita é atração no GP Onze de Julho

[09/07/2020 - 09h08min] - JCB negocia abertura dos portões do hipódromo

[08/07/2020 - 09h42min] - Corridas de São Paulo sem profissionais da Gávea

[07/07/2020 - 21h18min] - Recife: Estreantes para a 1° corrida da temporada 2020/2021.

[07/07/2020 - 21h16min] - Recife: 22 de outubro de 1995, o Haras Bongy, teve 100% de aproveitamento na programação.

[07/07/2020 - 17h53min] - Mañana Poderosa é atração dia 22

[07/07/2020 - 14h11min] - Inscrições abertas para o Leilão Melhores da Temporada da PRO TURFE

[07/07/2020 - 11h55min] - Vencedores da semana no Hipódromo da Gávea

[07/07/2020 - 11h34min] - Inforcer resgata os bons tempos

[07/07/2020 - 11h32min] - Oceano Negro atropela até na variante

[07/07/2020 - 11h30min] - MGA da Gávea se estabiliza em R$ 700 mil

[07/07/2020 - 08h03min] - Páreo Corrido, por Paulo Gama





Clássico Jockey Club de São Paulo - Gávea - 14/06/2020









12.992

12.844



















Coudelaria Atafona

Coudelaria FBL

Coudelaria Intimate Friends

Coudelaria Jessica

Coudelaria Pelotense

Haras Clark Leite

Haras Iposeiras

Haras Depigua

Haras Figueira do Lago

Haras do Morro

Haras Old Friends

Haras Planície

Haras Vale do Stucky

Jorge Olympio
Teixeira dos Santos

Ronaldo Cramer
Moraes Veiga

Stud Brocoió

Stud Cajuli

Stud Capitão

Stud Cariri do Recife

Stud Cezzane

Stud Embalagem

Stud Everest

Stud Gold Black

Stud H & R

Stud Hulk

Stud Ilse

Stud La Nave Va

Stud Palura

Stud Quando Será?

Stud Recanto do Derby

Stud Rotterdam

Stud Spumao

Stud Terceira Margem

Stud Turfe

Stud Verde

Stud Wall Street
  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês