Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

Leodegrance – Sinval Domingues de Araujo

Last Hope – Coudelaria Jéssica

Itauba Sarge – Sinval Domingues de Araujo

Patureba – Sinval Domingues de Araujo

Magic Citizen – Coudelaria Jéssica

El Explosivo – Stud Beto & Fafá

Guaruman – Haras Planície

Last Hope – Coudelaria Jessica

Middle Fast – Coudelaria Jessica

George Valentim – Sinval Domingues de Araujo

Kusko Cat – Stud Lagoa 26

Vai na Minha – Sinval Domingues de Araujo

Magic Touch – Stud Wall Street

Last Hope - Coudelaria Jessica

Over-Mint - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Sweet Nana - Stud Hulk

Jon Jones - Sinval Domingues de Araujo

Three Wise Man - Stud Beto & Fafa

Grand Turk - Stud Cajuli

Kohinoor - Coudelaria Mont Blanc 2009

Evoque - Sinval Domingues de Araujo

Jorge Cassas - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Fantástica Tatá - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Sweet Nana - Stud Hulk

Great Gatsby - Stud Treze de Recife

Questa Parola - Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Energia Iluminada - Sinval Domigues de Araujo

Guaruman - Haras Planicie

Selo Achaque - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Quociente - Stud Gold Black








Neste espaço são publicadas as manifestações dos nossos leitores.

O RAIA LEVE acolhe opiniões sobre todos os temas ligados ao turfe.
Reserva–se, no entanto, o direito de rejeitar ofensas, acusações insultuosas e/ou desacompanhadas de documentação. Eventualmente, os e–mails poderão ser checados. O site não tem o compromisso de publicar todas as mensagens recebidas. A publicação, quando ocorrer, se dará na íntegra ou parcialmente, privilegiando–se os trechos mais relevantes.

O Raia Leve, depois de pedidos de leitores e deliberação da diretoria da ACPCPSI decide que além da checagem de CPFs e identidade virtual costumeiramente feitas, só publicará mensagens de internautas que respondam e–mail confirmando a identidade. Desta forma, a editoria do site pede aos internautas que respondam e–mail da associação com a máxima rapidez possível quando solicitados a fim de ter a liberação de seu comentário, bem como assegurem–se que o e–mail raialeve@raialeve.com.br esteja definido como um endereço que não seja encaminhado para a caixa de Spam.





Janeiro | 2017

Ivor Lancellotti (16/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Caro Carlos Alberto Santana Teixeira.

Sabe , eu cheguei ao ponto zero com a TV TURFE, o som eu já tirei tem muito tempo! e só olho a telinha com o pescoço virado até saírem os créditos, aquele quadro que indica as marcações de cada um deles.Já tive até um torcicolo, mas prefiro! Faço isso tudo pra fugir do bombardeio e das atrapalhadas que eles fazem.É impressionante a pose e a certeza deles quando indicam sem a menor humildade, e pior! Sem responsabilidade.

Ninguém aposta com papel e sim dinheiro que anda difícil nessa cidade.Eles não tem vergonha nenhuma quando o páreo acaba e os dez cavalos que eles apostaram ninguém viu por onde andam! Hoje é Domingo eles devem ter acertado algum favorito que até o gatinho da geral apostou!

Carlos Alberto estude as corridas e depois, se não for ao hipódromo, assista depois do último páreo a reprise.

Abraços

Marcelo Almeida (16/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Realmente fico constrangido em ver a direção do m.s.machado na grande favorita do último páreo.

Largou ficou em antepenúltimo por dentro num páreo de 12 animais e na reta "fingiu" buscar uma passagem pedindo aos céus para ser tapado o que obviamente correu, se no dorso da égua estivesse qualquer profissional com um mínimo de respeito aos apostadores teria ganho por mais de 3 corpos.

FAMOSO GALOPE TÉCNICO!!!!

O pior é que não foi o primeiro e não será o último sempre na mesma farda e principalmente com grandes favoritos.

Carlos Eduardo de Santana Teixeira (15/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Caro Ivor, concordo em 100% o seu comentário sobre os corporativistas...ops comentaristas, temos um ótimo exemplo no segundo pareo de hoje. Comentaram uns 5 cavalos no páreo, menos o que venceu (27,80), a tv turfe deveria tomar a seguinte providencia, narrador eh pa narrar, comentarista eh pra comentar, após o pareo, quanto a palpitar, joguem o que bem quiserem mas não confundam mais a cabeça dos apostadores. TV Turfe, tragam o André Rodrigues pra gávea, pelo menos os turfistas sabem que a corneta vai tocar.

abraço a todos

Marco Antonio Santos (15/01/2017) - Niterói/RJ

Senhor Pasqual Evangelista !

Tudo o que o senhor diz , infelizmente é tudo verdade !

E além do mais , ele tenta ser comentarista. A profissão que ele esta pretendendo levar a frente, é  muito difícil, os comentários antes dos páreos, contaminam os páreos à serem narrados.

A comissão de corridas, além de assaz incompetente, é omissa. Não orienta o rapaz a cumprir a sua função, que é de narrar o páreo, sem tomar partido de jockey, treinador e proprietário.

Convido ao senhor a assistir e ouvir os páreos do hipódromo do Chile , narrados pelo locutor local.

Eles falam do primeiro ao último cavalo na linha de chegada, sem firulas.

A comissão de corridas expõem os narradores do JCB ao ridículo, de forma desnecessária .

Carlos Roberto dos Reis (14/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Boa noite:

Vendo várias vezes o 10º páreo deste sábado onde o jókey V. Leal fez tudo certo para não chegar.

Olhando o retrospecto do cavalo ríspido na pista de grama não tinha como jogar contra.

Mais infelizmente a má direção do V. Leal fez com que o cavalo ficasse afunilado o tempo todo, num páreo onde corriam apenas 8 cavalos 1600 metros. Faltando 200 metros ele tirou o cavalo para fora e só corria ele já com o páreo definido. Gostaria de saber a opinião dos leitores a respeito do assunto.

Obrigado; Roberto

Pasqual Evangelista (14/01/2017) - Valinhos/SP

Sr. Antônio José Moura

Concordo plenamente com sua postagem. Creio que não precisamos de apontadores que só estudam o retrospecto do páreo, pois isso cada um de nós fazemos (uma das causas do nosso vício).

Nós não temos acesso aos centros de treinamentos, aos treinos, aos aprontos, aos treinadores e é dessa informação que precisamos.

Alias me parece que essas informações são usadas em causa própria.

Alias eles são mais jogadores do que a apontadores.

Pasqual Evangelista (14/01/2017) - Valinhos/SP

THIAGO GUEDES

Assistam o replay do 3.páreo do dia 14/01 e vejam como o Thiago Narra a chegada desse páreo.

O vencedor tem mais de 1/2 corpo e ele não afirma o cavalo vencedor. Esse rapaz deve ter problema de visão.

Eu ouço mais os páreos do que assisto e não confio no que ele narra.

Ao invés de fazer firulas se arrisque mais igual aos outros narradores.

Ivor Lancellotti (14/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Sr Antônio José Moura, bom dia.

O Sr está certíssimo nos seus comentários, como sempre!

Eu venho falando e tem tempo isso o quanto nos somos desinformados por detalhes que de longe não temos acesso! Não sabemos na verdade nada e apostamos em números e não em retrospectos , estado , apronto , trabalho e tudo mais.

Não sou a favor de tirar o emprego de ninguém, mas temos no momento de quatro a cinco trabalhadores nomeados de comentaristas e informantes que não comentam, não informam e estão lá pra falar só o que nos mesmos vemos!, como rateio, quem ganhou quem quase tirou segundo ou terceiro e outros assuntos.Nunca sairá de suas bocas um comentário de prejuízos na carreira e um animal mal pilotado.Ouvimos só deles tudo o nos mesmos vemos sem precisar ter som nas nossas telinhas.Eles são inúteis amordaçados e medrosos, indicam o que qualquer um indicaria mesmo morando na China e apostando no Tele Turfe.Eles não acompanham nadinha de nadinha sobre nadinha.Qualquer ganhador com um rateio acima de 4 por 1 nunca será indicado por eles.

Quem teria de comentar, e o Sr tem toda a razão, seriam os treinadores os cavalariços que dormem com o animal e os que realmente analisam campanha, preferência de distância , balizamento ,preferência de raia e muitas coisas mais.Estamos procurando essa pessoa com urgência!Mas que o tiroteio está brabo está e não é por acaso, tem algo muito estranho acontecendo na Gávea. Ontem um apostador, depois de três torpedos continuava em pé no concurso, acho que ele deve ter apostado o valor do prêmio! Ou é um grande mágico!Grande abraço e vamos colocar nossos escudos que vem mais bala perdida!

Um grande abraço 

Antônio Moreira (14/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Gostaria de saber de todos os participantes deste espaço democrático e dos doutos da CC se a excepcionalidade da grama pesada decretada para as corridas de hoje(5,5-7,0) será uma constante a partir de agora. Novos tempos, novos absurdos!

Antonio José Moura (13/01/2017) - Niterói/RJ

SOBRE MALÚ BRUM E OS MARCADORES DA GÁVEA

Sr. Carlos Eduardo,

Também fiquei boquiaberto com a vitória da Malú Brum - não por ser destacadamente o maior azar do páreo e muito menos por ser a de menor peso físico (uma "ratinha" de 397 Kg, animais que não raro mostram declarada preferência pela raia pesada) e, menos ainda, pela montaria do modesto A.Paiva dos programas que vira e meche nos surpreende com insuspeitadas demonstrações de boa técnica.

A causa do meu grande espanto foi o fato da égua ter levantado na partida e ficado para último e já na reta, ainda lá por trás, - ter sido, na tentativa de colocar por fora, visivelmente estorvada pela La Fortuna e, mesmo assim, ainda conservar folego e força para armar uma comprida atropelada, sempre de mais para mais, pegando as convidadas com relativa folga antes do espelho.

Também fiquei muito surpreso por não ter localizado uma linha sequer, entre os inúmeros marcadores das corridas da Gávea, sobre a chance da brava Malú Brum, cujas sobras neste quarto páreo eram mesmo incompatíveis com o rateio e não posso deixar de elogiar a valorosa equipe da vencedora, cujo planejamento e execução credenciam, desde já, ao prêmio "Boca de Siri’ 2017.

Depois a gente volta, dissertando sobre marcadores, eis que há uma lacunA a ser preenchida urgentemente por alguém que tenha acesso aos bastidores, aos treinadores e jóqueis, que frequente as cocheiraS e converse com cavalariços e redeadores e que possa estender o seu trabalho livremente até os Centros de Treinamento. Enfim, alguém que tenha "cheiro de cavalo" e que nos livre, a nós indefesos apostadores, definitivamente dos marcadores de paletó e gravata.

O Turfe, como atividade produtiva e indústria de entretenimento de grande relevância que efetivamente é - penhorado, agradece!

Antonio Moura

Carlos Eduardo de Santana Teixeira (13/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Analisando a corrida de Malu Brum. Dada a largada, quase impinou e sobrou para último, quando viraram a reta, ia iniciar sua atropelada mas já tinha a seu lado a égua do L. Henrique (La Fortuna), teve que parar e arrancar para fora e mesmo assim venceu com alguma sobra, vinha de 3 ultimos com altos rateios, mas como estava parada desde outubro, não existe diversidade de performance. Ela volta com A. Paiva no dorso (creio que para não chamar atenção). Ainda bem que o "comentarista" Celson Afonso não elogiou o treinador pelo excelente preparo, dessa vez ele ficou de boca fechada..rsrs

Luiz Carlos Barbosa (11/01/2017) - São Paulo/SP

O que está acontecendo com o Jockey Club Rio Grande do Sul, que nos tempo de Vecchio tudo corria de forma maravilhosa e agora seu sucessor já começou atrasando os pagamentos de prêmios?

Roberto Fonseca (11/01/2017) - Brasília/DF

O Jockey Club do Rio Grande do Sul reabre nesta quinta-feira para o início das carreiras em 2017. Entretanto, um fato chama a atenção: as acumuladas especiais Quinexata e SuperBetting não terão bonificação. Dessa forma, uma pergunta se faz necessária. As retiradas serão mantidas em 60% para a Quinexata e 50% para o SuperBetting?

Sem bonificação, manter esses percentuais de retirada é tomar dinheiro do apostador. Urge-se um pronunciamento da entidade sobre o assunto.

Carlos Eduardo de Santana Teixeira (10/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Caro Francisco, o que vc está dizendo é que ela correu o 5/1 e não venceu, e agora na turma mais forte 5/2 e 6/3 ela obteve exito? Foi isso que entendi.

abs a todos

Francisco Rodrigues (10/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Também acho que não houve má fé, e parabenizo pela vitória, ela correu no 5/1 vitória e não chegou,agora no 5/2 ,6/3, vitórias passou na frente. 

E código de corrida que pune, não são os comissários. "Milton Lodi "

Nei Petrochinski (10/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Tem que avisar ao comentarista das corridas francesas que a temporada Francesa recomeça dia primeiro de Janeiro!!!E nesses 10 dias da atual temporada C.Soumillion esta na ponta com oito vitórias e o campeão de 2016 PC.Boudot está em quarto com quatro vitórias em quarto lugar.

Fabiana Pessanha da Costa (10/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Bom dia.

Estou desde ontem querendo escrever sobre a vitória da ARAGONITA SARGE ,somente para esclarecer que em hipótese alguma teve má fé, na hora da corrida, torci,gritei e por fim chorei da tão esperada primeira vitória do W.Gomes.

Falo que não houve a má fé de um jeito singelo,porque realmente não teve. Mas,também existe toda uma explicação para a vitória,a começar pelo tempo....Que foi o dela. Esta conosco faz um mês, correu a primeira vez não a conhecíamos e montou um jóquei que também não a conhecia,voltou com J. Moura que já tem vitórias com ela.

E,ninguém mais que nós,queremos ganhar corrida,não somos jogadores...E o fato dos comentários....Nossa,os comentários. ..Esses acabam comigo.Pessoas que não nos conhecem, não sabem o que passamos...Não conhecem o nosso dia a dia,ficam,essas pessoas convidadas a virem conhecer a nossa cocheira,se quiserem acompanhar o nosso trabalho,nosso dia a dia...

Estaremos aqui.

Obrigada sr.Antônio Moura...

Me deu força para vir aqui desabafar!!

E,é bem assim mesmo...Um animal para ganhar,tem que estar bem...E,nós trabalhamos para isso..

Antônio Moura (09/01/2017) - Niterói/RJ

SOBRE ARAGONITA SARGE

Sr. João Orlando,

Permita-me contar uma história, verdadeira em todos os detalhes e da qual participei:

- Era uma tempo em que os páreos de milha, areia, noturna, eram corridos pela variante e ninguém ignorava que cavalos ligeiros largando pela pedra "1" levavam indiscutível vantagem. Estava inscrito um animal pertencente a um amigo aqui de Niterói que jogava forte, mas só o fazia com a recomendação do treinador.

O bicho vinha de más apresentações em 1.300 e 1.200 m e desta vez estava inscrito nos 1.600 m, largando da pedra "1", montado por J. James, hoje treinador e então aprendiz de 3a. Tratava-se de animal com vitórias no Sul em distâncias curtas e como eu tinha observado um trabalho suave terminando em excelentes condições, não tive dúvidas em jogar. Quell Fitz, era o nome da fera e nem sei se digitei corretamente, mas o fato é que largou e acabou, deixando o segundo a 3 corpos e 1/2, rateando quase 40/1 e deixando o sr. Paulo César da Silva, proprietário do lendário Velho Galo, a ver navios. Um caso sério, o treinador tendo que se explicar sob a ameça de retirada da cocheira de outros animais, quando na verdade só exerci o meu direito jogar meu palpite.

Isto tudo para dizer que em pules astronômicas não existe má fé, elas são produto natural de uma série de detalhes que fazem de um único animal o vencedor, independentemente do volume de jogo em suas patas e é nisto, acredite, que reside todo o encanto das corridas de cavalo. 

Antonio Moura

Ivor Lancellotti (09/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Meu caro Luiz Antonio Da Silva,

Só uma pergunta:Existe comentaristas no J.C.B?

Abraços

Carlos Eduardo de Santana Teixeira (09/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Prezado João Orlando, vc disse tudo, o jockey quer mesmo que acumule para ganhar dinheiro numa aplicação, ta na cara que sempre vai ter um páreo desse pra evitar que ela saia, aproveite e faça as contas 600 aplicados quanto o jockey ganha?? rsrsrsrs Fizeram o super betting mais fácil pra adoçar a boca dos apostadores, acho que na cabeça deles somos todos inocentes, e por falar em inocentes hoje no ultimo páreo da gavea escolheram 6 cavalos invertidos na quadrifeta, isso eh igual a 180,00 ou seja 60,00 pra cada um. Vc acredita mesmo que eles jogam?? eu duvido, mostrem a poule na tela da tv, mas não vale fazer e cancelar, e pra v ariar não acertaram foi nada.

Ivor Lancellotti (09/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Existe uma solução para melhorar o movimento de apostas de Cidade Jardim: Mude as modalidades francesas! Aposto que vai ser sucesso! Pensem nisso e fujam da mesmice!

Eu torço por vocês

Abraços

Ivor Lancellotti (09/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Entre a MEGA SENA e a QUINEXATA O PÁREO É MUITO DURO!

João Orlando Tomczak (08/01/2017) - Curitiba/PR

9º páreo de domingo vitória de Aragonita Sarge, com poule de R$ 82,80 e justamente em páreo de quinexata que mesmo com o favorito, pagou mais de R$ 800,00 por um. Cá entre nós ,voces não acham deveras suspeito. Em recente 26.12.16, tinha chegado a 10 corpos para o vencedor e a 8 corpos da quarta colocada agora Lovely Dodone. Chega de enrolação. É para ninguém acertar essa modalidade. O JCB deveria acabar com essa modalidade e premiar o acumulado com o maior número de acertadores que tivesse com qualquer pontos. Na megasenna alguém ainda acerta.

Quanto ao treinador, 30 dias de gancho pela "diversidade de performance" para não falar outra coisa, é a pena mínima se a comissão do JCB for realmente séria, muito embora os turfistas tenham sido severamente prejudicados e lesados.

Luiz Antonio da Silva (08/01/2017) - Nova Iguaçu/RJ

Não ouvi nenhum comentário a respeito do desenrolar do sétimo páreo da gávea, corrido neste domingo. Gostaria que os amigos com melhores conhecimentos, fizessem tal comentário , pois os comentaristas da tv, nada disseram! Desde já, agradeço!

José Antonio Barros (08/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Boa tarde, fica a pergunta para a nociva pmu, onde ela descobriu aquele hipodromo de ontem, com pista parecendo corrida de rua , mil cavalos, escuridão e ao contrário daqui, enquanto isso campos e são vicente fechados, brincadeira...

Francisco Rodrigues (08/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

As imagens dos pareos da Gávea atualmente tira completamente a emoção dos pareos. 

Quando vai largar e horrivel aquela câmera de lado. 

Na entrada da curva você não sabe se o ponteiro ainda vai na frente e no final nem se fala não se sabe o vencedor a nao ser que tenha vencido com certa facilidade. 

Se for essas imagens que vão ser vendidos para fora,acho difícil o europeu aceitar. 

Aqui se enfia goela abaixo, e o turfista que aceite.

Carlos Eduardo de Santana Teixeira (08/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Mudança de pista na gávea, é o mesmo que vc reunir amigos para racharem um churrasco e na hora o que vc ve são sanduiches de mortadela e o sujeito não devolve sua parte. Acho certo os proprietários retirarem seus animais na mudança de pista, e o jockey é que deveria pagar a multa ao proprietário pois foi ele que alterou o que estava escrito no programa. O Jockey Club anda na contramão da democracia, onde não se pode contestar nada incluindo julgamentos dos páreos onde para que exista uma desclassificação é quase que necessário uma fratura exposta. Fazem tanta propaganda convidando as pessoas para virem ao jockey pq é de graça e ao mesmo tempo cobram uma fortuna pelo estacionamento. Vai entender essa gente!!

Luiz Edmundo Cardoso Barbosa (08/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

SOME IN TIEME - FORFAIT - Mudança de Pista - USA

O cavalo brasileiro Some In TIEME, que iria fazer a sua estréia nos Estados Unidos na tarde/noite de hoje, fez FORFAIT, em face de alteração de pista!!!

Detalhe importante: o FORFAIT é livre, ou seja , não há pagamento pela retirada.

Nada como ter cavalos num País civilizado, onde o proprietário é tratado como um parceiro e não como alguém que deve ser sugado e explorado para o "Bem " da atividade e de seu desenvolvimento!!!

Luiz Edmundo Cardoso Barbosa

Stud Capitão

Carlos Eduardo de Santana Teixeira (07/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Mais uma vez utilizo esse espaço para elogiar o comentarista Andre Rodrigues, que hoje esteve a frente dos comentários em Cidade Jardim. No ultimo páreo o Andre disse: "nota zero com louvor para a condução do joquei M.Ribeiro, que pilotando o grande favorito José Cuervo, fez a curva muito aberto e demorou 300 metros pra decidir se atropelava por dentro ou por fora. Parabéns André, eu como turfista espero mesmo por esse tipo de comentário e não pelo que dizem o trio que atua na gávea que não comentam absolutamente nada. Acho que o André deveria abrir um curso de como comentar um páreo e dizer pros alunos que se o joquei conduziu mau o animal, isso é pra ser dito.

Mais uma vez, Parabéns André Rodrigues

Marcelo Almeida (07/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

A incompetência e o descaso continuam imperando no jcb.

Na segunda passada efetuei um depósito e avisei 20:10hs desejando apostar no sexto páreo da gávea.

Antes de terminar as informações fiz questão de frisar que desejava apostar no páreo em questão e confirmei o prazo para creditar estabelecido pelo próprio jcb de 15 minutos.

Após 20 minutos liguei, a atendente solicitou uma série de confirmações e com isso não só não consegui apostar como depois de quase 5 minutos na ligação ouço uma pessoa de nome claudia falar de forma grosseira que o crédito já se encontrava na conta.

Não satisfeito abri e liguei para ouvidoria exigindo uma explicação e uma atitude em relação a pessoa responsável pelo descumprimento do prazo que vem ocorrendo de forma rotineira ao menos nos meus depósitos (umas 5 vezes nos últimos 90 dias).

Sou surpreendido com a justificativa da ouvidoria abaixo;

"As Corridas Francesas foram muito bem recebidas pelo nosso Turfe brasileiro, consequência disso, os números de depósitos/transferências aumentaram muito e com isso, alguns deles levaram um tempo maior para serem creditados.

Diante disso, o tempo médio para que os créditos sejam liberados na conta de apostas após comunicado será de até 1hora, podendo estar disponível antes do prazo.

Portanto, quanto antes for comunicado mais rápido será liberado.

Como opção, sugerimos a compra por cartão de crédito para um compensação mais rápida. Nessa modalidade, o cliente terá disponibilizado o valor comprado em sua conta em até 5 minutos."

Reparem alguns pontos relevantes.

1) No horário em questão não havia nenhuma outra corrida;

2) Em virtude do aumento do movimento o jcb opta por aumentar o tempo de creditar prejudicando os apostadores ao invés de aumentar a sua força de trabalho;

3) Alteram uma regra estabelecida sem comunicar absolutamente nada aos apostadores;

4) O desrespeito da dona claudia não é comentado demonstrando ser esse o nível dos profissionais que atuam no jcb.

Decepcionante tudo isso pois eles poderiam copiar o modelo do jcsp que não precisamos ligar para ninguém e no prazo máximo de 5 minutos o crédito está disponibilizado na conta do apostador.

Devido a esse desgaste constante nessa relação gostaria de saber a opinião dos apostadores do site "suaposta".

Marcelo Almeida

Gustavo Correa Zytkuewisz (07/01/2017) - Porto Alegre/RS

Prezados amigos!

Venho aqui,para esclarecer uma questão que foi posta por este site,onde se queixaram da forma que a treinadora CRISTINA REZENDE impôs a égua GET RUNNER.

Se olharem o retrospecto da égua onde GET RUNNER no inicio de sua campanha corria distancias curtas e nunca chegava a tempo para atropelar e acabava chegava lá trás.

Se olhar o dia 29/10/15 em prova 1200 chegando a 5 posição , onde correndo na outra semana em prova de 1200 metros no dia 05/11/15 obtendo a 4 colocação,sendo inscrita num clássico na distancia de 2400 metros no dia 12/11/15 onde venceu por 22 corpos de vantagem ,agora acham que tem algo errado ,onde a égua mostrou que em distancia longa o negócio é diferente foi o caso que ocorreu onde 1500 a égua não deslancha ,sendo assim posta pela treinadora correr na distancia porem seria num páreo forte onde 1900 ela mostrou o que sabe na distancia.

E pq ela ter pago na segunda 4,60 e no sábado 8,60 é pq muita gente já tava desacreditada numa carreira de segunda onde só não souberam olhar o retrospecto e a égua poderia surpreender a todos..

Luiz Antonio Molleta (06/01/2017) - São José dos Pinhais/PR

Ricardo Bueno Colombo.

Parabéns a todos pela conquista do GP Pedro Pineyrua GI milha do Marõnas.

Produto Nacional e bicho do Paraná. ..

Luiz

Luiz Antonio Molleta (06/01/2017) - São José dos Pinhais/PR

GANDHI DI JOB

Parabéns aos proprietários e especialmente ao criador Haras Curitibano e a todos os envolvidos pela excelente vitória no GP RAMIREZ.....GI

Produto nacional, filho de garanhão nacional, brilhando em Maroñas.

É bicho do Paraná. ..

Luiz

Luiz Edmundo Cardoso Barbosa (06/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Caro Paulo Gama

Um turfe que cobra por forfaits , em caso de retirada por mudança de pista, jamais dividirá páreos por força de quantidade de inscrições, especialmente em se tratando de páreos clássicos, quando os prêmios são substancialmente maiores!!! A questão é unicamente financeira: a exploração ao máximo dos proprietários enquanto existirem! A parte técnica, o turfe em si, não é importante, relevante.

Os criadores e proprietários , creia você, não fazem parte do "core business" do JCB, tratam-se de figuras meramente decorativas e que se prestam unicamente a servir ao Clube, nada mais, nada menos!

Saudações tricolores

Luiz Edmundo Cardoso Barbosa

STUD CAPITÃO

José Cosme Gama e Silva (06/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Não é preciso ser nenhum Nostradamus, para se ter certeza, que essas corridas de trote, cachorro, etc são uma crônica de uma morte anunciada. O que nós, turfistas queremos e desejamos ver é a espetacular busca do recorde mundial de vitórias do nosso mega campeão Ricardinho na Argentina. Além dele temos outros excelentes jóqueis brasileiros atuando naquele país. O resto é conversa fiada.

Carlos Eduardo de Santana Teixeira (06/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Prezado Ivor Lancellotti, concordo inteiramente com vc, além de não ajudarem, atrapalham e muito, pois na hora do páreo parece que esquecem as indicações que fizeram pela manha. Alem do mais, alguem deveria avisar aos pseudos comentaristas, pra mim não passam de corporativistas, que o apostador não é burro, então quando jogarem 20 ou 30 mil no place de um animal, não peguem o microfone para dizer: "OLHA SÓ COMO ESTÃO JOGANDO O PLACE DE TAL CAVALO", qualquer principiante sabe que quem joga esses valores num place que sabe de antemão que se acertar receberá o mesmo valor apostado, são os donos de credenciados, que podem arriscar um place que acham certo, e alem de pegarem o dinheiro de volta ainda recebem a comissão, creio que de 7%. Então Sr. Celson Afonso, pare de se fazer de inocente que vc sabe muito bem que nem um maluco arriscaria jogar num cavalo onde ele só teria duas opções, perder ou pegar o mesmo dinheiro de volta.

Jadir Gardil (05/01/2017) - Santo André/SP

Vendo a postagem do Sr. José Flavio Garcia, sobre a reclamação de um turfista com relação a resgate do site do JCSP, assunto este que abordei aqui em outubro/16, em que tambem passei por isso. Mas o pessoal de la, realmente estava em greve e fiquei quase 30 dias sem receber meu pedido de resgate, o qual foi feito assim que os funcionarios voltaram , sem nenhum problema.

Na semana passada, tambem postei aqui, reclamando que justamente por receio de greve por prazo indeterminado em SP, não fiz nenhum deposito , o fazendo pelo JCB.

Aí vem a minha pergunta, se faço deposito em Sp, corro o risco, se ganhar, de ficar meses sem receber.......se fizer pelo Rio (não mais), sou impedido de fazer apostas pela fraqueza e incompetencia do site que nunca está no ar, fora a maracutaia que existe por lá.

Resumindo, melhor sair do rol de apostadores em turfe.

Mauro Roger (05/01/2017) - Cachoeiro de Itapemirim/ES

Realizada audiência para apresentação do novo estatuto do Jockey Club de São Paulo.

Presentes vinte e cinco sócios.

Algo mais a a declarar?

José Flavio Garcia (04/01/2017) - Londrina/PR

ATENÇÃO!

Transcrevo o desabafo de um turfista que fez apostas pelo JCSP no último simulcasting com a Gávea: "Fiz um resgate na segunda passada e até ontem nada de receber. Liguei, me passaram informação que alguns setores estão em greve. Piada. Se eu depositar eles liberam crédito na hora. Agora se vc ganha, não pagam pq estão em greve. Irei fechar minha conta, só jogo pelo JCB". 

Resta saber se realmente há setores em greve e se isso prejudicaria a realização das reuniões previstas em Cidade Jardim para sábado e domingo, já agendadas inclusive pela PMUl/JCB.

Leonardo Lyra (03/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Sr João Orlando Tomczak

Essa égua terminou o páreo semtida, não é atoa que estava com desconto de 40% no claming, tem problemas físicos, o canter dela é sempre muito ruim.

Francisco Rodrigues (03/01/2017) - Rio de Janeiro/RJ

Nos casos recentes "Diversidade de performance "

O sr. Milton Lodi, na coluna variedades da revista turfe Brasil. 

O profissional não foi punido pelos comissários, foi o código que puniu. Bem claro e óbvio e não está em jogo o filme da vida do profissional e sim a fotografia de um ato. E bem simples quando o código de corridas vale pra todos. 

"Não são os comissários que pune e o Código "

João Orlando Tomczak (03/01/2017) - Curitiba/PR

"Data Certa"

Essa égua realmente é caso de polícia. Ganha p/95/65 e 24 dias depois perde para /97/38 e ainda sai fora da quadrifeta. É o chavão típico do turfe, literalmente falando. "Um dia no cravo, outro na ferradura", embora até pareceu que foi vingança do treinador J.M.Aragão, suspenso injustamente quando ela ganhou depois de vir de último anteriormente, mas com declaração de ocorrência, informando que poderia mesmo ganhar naquela oportunidade.

Outro fato nesta primeira reunião, foi o V.Gil, ganhando o primeiro páreo, com Emperor Of Kiks. Em sua informação ao site da gávea, afirmou que seu animal estava em páreo duro e esperava apenas uma colocação, tirando muito apostador do pick-3, já no início, como foi o meu caso logicamente.

É melhor não dar declaração enganosa como essa, pois já não chega os comentaristas (palpiteiros de plantão), que nos atrapalham muito mais que ajudam. Assim é dose.










12.769

12.844





















Coudelaria Atafona

Coudelaria FBL

Coudelaria Intimate Friends

Coudelaria Jessica

Coudelaria Pelotense

Haras Iposeiras

Haras Depigua

Haras do Morro

Haras Fazenda Eldorado

Haras Old Friends

Haras Planície

Haras Vale do Stucky

Jorge Olympio
Teixeira dos Santos

Ronaldo Cramer
Moraes Veiga

Stud 13 de Recife

Stud Beto e Fafa

Stud Brocoió

Stud Cajuli

Stud Capitão

Stud Cariri do Recife

Stud Elle Et Moi

Stud Everest

Stud Gold Black

Stud Hulk

Stud Ilse

Stud La Nave Va

Stud Mengão 1981

Stud Palura

Stud Quando Será?

Stud Recanto do Derby

Stud Rotterdam

Stud Sergio Barcellos

Stud Spumao

Stud Terceira Margem

Stud TNT

Stud Turfe

Stud Wall Street

  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês