Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

Ghoul – Stud Verde

Mem Cade Ce – Stud Verde

Gladiador Acteon – Stud HRN

Joka Tango – Stud Lagoa 26

Baccos – Stud Cajuli

Useiroevezeiro – Stud Cariri do Recife

Hotel Dorchester – Stud Cariri do Recife

Amore Mio – Stud Capitão

Manancial – Stud Everest

Hammana – Stud Verde

Casual Elegance – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Faraoh Nilo – Stud Capitão

Baccos – Stud Cajuli

Questor Maximus – Stud Nunes de Miranda

Casual Elegance – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Luigi Bros – Haras Do Morro

Elemento Fatal – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Baccos – Stud Cajuli

Questor Maximus – Stud Nunes de Miranda

Rufus Gê – Stud Nunes de Miranda

Faraoh Nilo – Stud Capitão

Selo Negro – Stud Cajuli

Podolski – Sinval Domingues de Araujo

Energia Important – Stud Gold Black

Kurdish – Stud Capitão

Final Road – Haras do Morro

Acteon Gaúcho – Stud Hulk

Quarteto de Cordas – Haras do Morro

Ombak Bagusse – Haras Clark Leite

Escasa – Haras do Morro








Neste espaço são publicadas as manifestações dos nossos leitores.

O RAIA LEVE acolhe opiniões sobre todos os temas ligados ao turfe.
Reserva–se, no entanto, o direito de rejeitar ofensas, acusações insultuosas e/ou desacompanhadas de documentação. Eventualmente, os e–mails poderão ser checados. O site não tem o compromisso de publicar todas as mensagens recebidas. A publicação, quando ocorrer, se dará na íntegra ou parcialmente, privilegiando–se os trechos mais relevantes.

O Raia Leve, depois de pedidos de leitores e deliberação da diretoria da ACPCPSI decide que além da checagem de CPFs e identidade virtual costumeiramente feitas, só publicará mensagens de internautas que respondam e–mail confirmando a identidade. Desta forma, a editoria do site pede aos internautas que respondam e–mail da associação com a máxima rapidez possível quando solicitados a fim de ter a liberação de seu comentário, bem como assegurem–se que o e–mail raialeve@raialeve.com.br esteja definido como um endereço que não seja encaminhado para a caixa de Spam.





Setembro | 2018

José Cruz (20/09/2018) - Cachoeira do Sul/RS

Queria uma posiçao da JCB , qual é exatamente a hora de atendimento aos turfistas que querem comunicar deposito ou transferencia, já que um dia inicia as 9, outro dia as 10, outro as 11 e até depois do meio dia. So quem perde é o JCB com essas indefinições.

José Francisco Pereira Sousa (20/09/2018) - Porto Alegre/RS

Puxa vida!!! É insuportável abrir os sites dos jockeys club e dar de cara com a foto do glorioso L.Henrique. Voltou,outra vez, a lavagem cerebral dos apostadores a favor desse piloto.

Roberto Fonseca (18/09/2018) - Brasília/DF

A Comissão de Corridas do Jockey Club Brasileiro divulgou na tarde desta terça-feira (18/9) as resoluções referentes às corridas do fim de semana passado.

Nenhuma linha sobre o animal Olympic Iron. O potro de propriedade do Haras Regina correu no último páreo do sábado (15/9) e ficou parado no box. Largou totalmente fora do páreo.

Para quem não se lembra, o Haras Regina fez o seguinte comunicado logo após a carreira: "Um acontecimento bastante desagradável ocorreu no último páreo deste sábado na Gávea. Na hora da partida, o nosso Olympic Iron ainda estava com o capuz e não saiu, ficando fora do páreo. A equipe do Haras Regina e o jóquei W.S.Cardoso já prestaram esclarecimento, e agora cabe à Comissão de Corridas do Jockey Club Brasileiro tomar as medidas cabíveis".

Pelo visto, como não houve nenhum comunicado da CC do JCB, nada será feito. Como o animal sequer teve futura inscrição condicionada ao aval do starter, conclui-se que houve mesmo um erro técnico. Seja do segurador, seja do starter. 

E vai ficar por isso mesmo? Apostadores no prejuízo? Proprietários no prejuízo? Profissionais no prejuízo? O silêncio oficial permite várias especulações. Uma pena, em tempos de velocidade da informação, sequer a largada foi mostrada. Transparência, gente! O link com as resoluções está abaixo para quem quiser conferir.

http://www.jcb.com.br/Repositorio/Repositorio/Resolucoes/bo028%20-%2018092018.pdf

José Tito de Aguiar (18/09/2018) - São Bernardo do Campo/SP

Já postei neste espaço várias vezes sobre horários de corridas em Cidade Jardim sem surtir qualquer resultado vamos ver se partindo de um cronista mesmo não sendo de São Paulo mas a meu ver está correto no seu comentário se alguma coisa vai mudar a respeito. 

Vai ver que estão esperando o horário de verão.

Pasqual Evangelista (18/09/2018) - Valinhos/SP

Curiosidade.

Acompanhando a corrida de 17/09/2018. 8º Pareo de Parx notei a 50 metros dos disco a poule do vencedor que era 3,xx passar para 2,74. Isso é correto??? Espero uma resposta da PMU

Alvaro Augusto Oliveira de Menezes (18/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Quem é o proprietário do Stud Grenoble ?

Luiz Sergio Sposito (17/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

O caso Olympic Iron a comissão de corridas tem que esclarecer qual o procedimento nesse caso. Porque pode ter sido um erro tecnico uma falta de atenção ou intencional para tirar o cavalo do páreo. O erro técnico tem justificativa todos estamos sujeitos a isso. A malandragem não.

Miguel Barros Camara Leão de Souza (17/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Prezado Roberto e demais turfistas

Concordo plenamente com tudo que você escreveu em sua mensagem.

Agora acreditar que os dirigentes irão devolver algum dinheiro aos apostadores é totalmente utópico. Quanto ao proprietário de reconhecida força política no turfe nacional, talvez seja ressarcido. Foi tão estranho que nem o excelente locutor Fernando Cury percebeu, já que ao longo nem depois do páreo fez qualquer menção ao fato. Também não mostraram o frontal da largada para o público apostador num sinal de descaso para com aqueles que estavam fechando o jogo num animal bastante apostado. Foi mais uma grande mancada dentro do nosso turfe que certamente passará batida. 

Miguel Leão

Roberto Fonseca (16/09/2018) - Brasília/DF

A atuação da Comissão de Corridas do Jockey Club Brasileiro está em xeque. 

No último páreo de sábado, o animal Olympic Iron largou fora do páreo. Nenhuma imagem foi mostrada. Nenhuma informação dada. Nem sindicância foi aberta.

Horas mais tarde, o Haras Regina, dono do animal, publicou o seguinte texto em uma rede social: "Um acontecimento bastante desagradável ocorreu no último páreo deste sábado na Gávea. Na hora da partida, o nosso Olympic Iron ainda estava com o capuz e não saiu, ficando fora do páreo. A equipe do Haras Regina e o jóquei W.S.Cardoso já prestaram esclarecimento, e agora cabe a Comissão de Corridas do Jockey Club Brasileiro tomar as medidas cabíveis".

Ou seja, pelo relato, ocorreu um erro técnico: seja do starter, seja do segurador. Dessa forma, os apostadores não podem ser punidos. O proprietário não pode ser punido. 

Ressalte-se que, nos EUA, é prática abrir sindicância quanto há problema na largada de um animal. Aqui, nem comunicado dão. Nesse caso, se foi dada a partida com o capuz, proprietário, criador, profissionais e apostadores não podem ser prejudicados. Medidas simples que devem ser tornadas, na minha opinião:

1) Devolver o dinheiro dos apostadores.

2) Pagar o prêmio do primeiro lugar para o proprietário, com as devidas comissões para criador e profissionais.

3) Pronunciamento da CC sobre o assunto. Mostrar o vídeo-patrulha no site. O que não pode é fazer ouvido de mercador.

Roberto da Silva Teles (16/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Boa tarde. Gostaria de ser informado por um diretor responsável do hipódromo Cristal como é efetuado pagamento de prêmios neste local, pois, ganhei em 05.07.18 com a égua Zahra LIgeira de minha propriedade, e até 04.09.2018 ainda não havia sido depositado, mesmo depois de várias ligações telefônicas feitas. Aguardo resposta para esse problema o mais rápido possível. Sem mais.

Luiz Sergio Sposito (15/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Concordo com o Sr. Pasqual Evangelista a hora que colocarem a disposição um programa com retrospecto adaptado ao nosso de todas as corridas internacionais o volume de jogo vai aumentar e muito. e as modalidades de apostas também.

Pasqual Evangelista (15/09/2018) - Valinhos/SP

Critica/Sugestão - Programa com Retrospecto - PMU Brasil

Com tantos analistas trabalhando para a PMU será que eles não vêem a falta de informação nos programa com retrospecto da França.

Corridas da França

Galope - Falta a pista pelo menos se é Grama ou Areia. A diferença de corpos.

Trote - Na França os retrospectos apontam o tempo de cada animal na corrida e ainda informam o tempo reduzido para o km

Me parece preguiça desse pessoal e competência para colher dados em vários sites da França.

A preguiça é tanta que se um cavalo trotar em um outro país ele não consta da programação;

Corridas dos Estados Unidos

O programa com retrospecto é copia do programa emitido pela Equibase. Mas como eles tem hábitos diferentes dos nossos haveria a necessidade de publicar uma explicação sobre as informações do mesmo. Ex Estado da pista.

A PMU tem o Balisa1 escrito pelos catedráticos (?). Os assuntos poderiam até ser interessantes mas são de uma pobreza que imagino que um não turfista que o leia vai nos achar idiotas. Sugestão. Use esse espaço para explicar cada coluna do Retrospecto da Equibase e quando os conteúdos dessas colunas tiverem significados especial como indicação de Pista ou seu Estado alerte-nos.

Não se evolui sem aceitar críticas.

Rodrigo Batista (13/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Os comentários dos Senhores José Francisco Pereira Sousa e Francisco Rodrigues sao perfeitos, o dia nobre da gavea é a segunda feira, até pela pouca concorrencia com outros eventos sociais e o futebol. Alem disso segunda feira é um dia mais favoravel a vender as corridas para o exterior, apelo por corridas de maior qualidade nas segunda feiras e se possivel de um jackpot milionario.

Luiz Sergio Sposito (12/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

B Pinheiro pediu cancelamento da matrícula, será que foi para formula 1, pois estava largando com o pé no acelerador queimando as pules de quem acreditava no seu pensionista.

Francisco Rodrigues (11/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Todo mundo sabe que segunda-feira a Gavea tem um bom movimento de apostas, o programa que é feito para sábado poderia transferir para segunda-feira com a grama talvez aumentaria bastante o movimento segunda feira.se já vende com os páreos destinados para esse dia.

E sábado o programa que é feito para segunda-feira. 

Na maior parte com animais mais velhos.

Mas com seus proprietários mais atuantes com suas presenças no hipódromo. 

E só inverter. Acho que aumentaria bastante o movimento sem maiores consequências.

José Francisco Pereira Sousa (11/09/2018) - Porto Alegre/RS

Boa noite. A meu ver, o fraco movimento da gávea no sábado e domingo deve-se à concorrencia de Belmont Park e Gulstream que são os hipódromos estrangeiros preferidos dos apostadores. Observem que segunda e terça não tem corridas nesses hipódromos e aí o movimento de apostas nacionais volta a crescer.

Celso Nogueira Paranhos (10/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Ate que fim a comissao de corridas tomou uma iniciativa, desclassificou a egua fernandinha, prejuizos causado a egua souvranna, o L.Henrique mesmo parando nao teve jeito se pegou nas patas da fernandinha, o V.Borges foi 3 vezes pra dentro e na terceira causou a queda do L.Henrique, parabens pra comissao de corridas, tem que ser assim honestidade e a alma do negocio, isso e jogo e vale dinheiro

Alberto Faveret (05/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Não adiantou falar nada , ninguém da comissão de corridas leu o Raia Leve ou ouviu falar da nossa observação a respeito das atuações da HEY BABY , a resolução da CC do dia 03/09 já foi publicada e nada a respeito do assunto , eles devem estar dando risadas do que o OTÁRIO aqui falou .

Bom , pelo menos alguém daqui foi lá e conferiu o GALOPE , valeu pessoal obrigado pelas observações a respeito.

Luiz Sergio Sposito (05/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Caso a comissão de corridas não faça nada ao menos teria que se pronunciar a respeito da corrida da HEY BABY pilotada pelo A.Paiva. Caso não diga nada a PMU deveria se pronunciar ou será que na Le Pari Mutuel Urbain

Isso é normal.

Claudio da Silva (05/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Boa tarde, o Marcelo Almeida foi suspenso quatro reuniões, será que se fosse o L.Henrique, B.Queiroz, V.Gil, C.Lavor, a comissão de corridas seria rigorosa, também?

Mario Veloso (05/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Sr. José Flavio Garcia

Corre informação de que o veterinário do JCRGS em momento algum informou de gripe equina

Com a palavra o JCB

José Flavio Garcia (05/09/2018) - Londrina/PR

Por conta de uma ameaça de surto da gripe equina no Cristal, tanto o JCB como o JCSP proibiram o trânsito de animais de todos os estados. Isso porém não significa que os animais da Gávea e Cidade Jardim estão impedidos de participar da festa do GP Paraná no Tarumã. Significa que quem for não poderá voltar até que a situação se normalizar, já que o JCPR não fechou o trânsito de São Paulo e Rio, apenas de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Situação delicada, já que a gripe equina é coisa séria.

Celso Nogueira Paranhos (05/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Eu sempre falei, que essa comissao de corrida esta envolvida no jogo, por isso nunca fazem nada e finge nao ver nada, infelizmente o presidente da comissao de corridas esta acabando com o turfe e se o SR TAUNAY nao mudar o presidente dessa comissao de corrida,vai acabar com o turfe a nao ser que a V,Sa., seja conivente com tudo isso.

Hay baby dava 2,1 e chegou mortinha a 7 corpos e meio depois menos de 1 mes , ela vem e ganha por mais de 10 corpos sem dar chance de alguem torcer.

Parabens pro Jockey club, PMU e pra comissao de corridas vcs estao espantando os apostadores

Carlos Alberto Behar (05/09/2018) - Porto Alegre/RS

Prezada Juliana Dias: sou apreciador de suas entrevistas e seus comentarios. Sua presença abrilhanta as jornadas turfisticas. Então lhe faço um pedido : vá com mais calma na hora de apresentar as indicações da reunião . Na velocidade em que vc apresenta, não dá pra copiar nada !! Obrigado e um abraço

Jose Francisco Pereira Sousa (05/09/2018) - Porto Alegre/RS

Por curiosidade assisti a penultima atuação da égua hey baby e depois a última de ontem, convenhamos a penultima foi escandalosa,vergonhosa,qüe¨PUXE¨!! E o pior que esse tipo de coisa está resguardada por um código de corridas obsoleto e desatualizado,que isenta esse tipo de situação de punição,pois a égua vinha de colocação na pedra(5 lugar) há mais de 15 dias. Obrigado,abraço a todos.

Cesar Roque (05/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Sr. Paulo Gama, gostaria de parabenizá-lo pela comparação entre a situação do nosso turfe e o incêndio do Museu Nacional. Vossas texto faz refletir e pensar, que até mesmo as coisas mais tradicionais são passíveis de extinção, principalmente, se mal geridas e cuidadas. 

E por falar em descuido, temos visto várias situações de corridas, que mesmo não sendo ilegais, são no mínimo questionáveis moralmente, e que por serem práticas cotidianas, passam despercebidas, até mesmo para um cronista responsável e respeitado como o citado acima.

Na mesma coluna citada anteriormente, no tópico puro sangue melhor apresentado, o Senhor cita a excelente estratégia, e que a égua future queen "floreou na frente, e o jóquei V. Gil vigiou as demais, vindo brigar pela vitória" (bastante contestável), e ainda assim, seria tudo lindo e maravilhoso, se elas não corressem com números diferentes, e com rateios bastantes dissonantes, fazendo com que acumuladas e pick 7 de muitos fossem para o espaço com a derrota da favorita. 

Dito isto, reitero meu respeito e admiração por Vossa Senhoria e seus textos, e faço questão de frisar que raramente vejo incongruência em suas colunas, mas ao meu ver a dessa semana foi incongruente no aspecto citado acima. 

Alberto Faveret (04/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

"A Esperança é a última que morre".

Vamos aguardar , talvez chegue aos ouvidos de alguém da COMISSÃO DE CORRIDAS e eles resolvam assistir aos filmes das corridas da égua HEY BABY , as três incluir também a estreia na areia , e aí quem sabe saia uma suspensão de 1ano para cada um , jóquei e treinador ...

Mario Veloso (04/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Srs. Luiz Sergio, Alberto Faveret, Flávio Gomes e Marcelo Almeida

Ordens são para serem cumpridas ou não montam mais, fui claro? 

Sr. Paulo Gama, o clube do bolinha tá fechado, não adianta chororô, nada vai mudar !

E os prêmios? Ah deixa do jeito que tá, tá bom ! ninguém reclama ! tá tudo certo ! Entenda de vez por todas que a classe é desunida, cuide exclusivamente do seu agenciado que é o melhor a fazer. 

Tal qual São Paulo, a tragédia já fui mais que anunciada, resta aguardar o incêndio !

Depois é depois.

Luiz Sergio (04/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Concordo e apoio o sr Alberto Faveret será normal esse procedimento do A Paiva em uma corrida com favorito faz de tudo para não chegar. Com uma pule boa larga e acaba.

Alberto Faveret (04/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Esta eu avisei aqui no dia 15/08 ,disse para olhar a performance do A.Paiva na égua HEY BABY , esta é a onda que se fala , quem viu o filme daquele dia o citado jóquei levantando a égua o tempo todo e compara a largada hoje com a égua sendo pegada no chicote desde que abriu a porta do boxe . Não é possível que ninguém da CC. tenha acesso ao que é postado aqui , algo tem que ser feito , o apostador merece RESPEITO .

Flávio Gomes (04/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Parabéns ao Sr Alberto Faveret que no dia 15/08 falou sobre o fracasso da égua Hey Baby onde o jóquei fez de tudo para não chegar quando era favorita. Ontem com uma pule de 6.6 ela largou, tomou a ponta e acabou. Vamos aguardar para ver o que a CC irá fazer a respeito.

Marcelo Almeida (04/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Mais uma para omissa c.corrida.

No confronto entre hay baby e on top o segundo largou por fora vendeu um mundo de jogo e a tal hay baby nunca esteve perto hoje corrido o sétimo tudo invertido e nada acontece mesmos jóqueis e treinadores a tal da hay baby do "inocente treinador" j.borges simplesmente não tomou conhecimento.

Depois reclamam do mga.

ELES ENVERGONHAM E ACABAM COM AS CORRIDAS!!!

Marcelo Almeida (03/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Quantas corridas a comissão de corridas suspenderá o jóquei v.borges?

O que ele fez no clássico do quinto páreo caso a omissa c. corrida tivesse um mínimo de respeito e principalmente zelasse pela integridade dos profissionais o suspenderia ao fim do páreo antes mesmo da confirmação, não obstante tirar a vitória do Danish Flyer ainda colocou em risco a integridade do seu jóquei.

Não é a primeira vez que ele faz isso e não será a última com essa passiva e omissa c. corridas.

VERGONHA!!!!

TOMARA QUE LEVE UMAS 16 CORRIDAS PARA APRENDER.

Luiz Sergio (02/09/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Parabéns ao Miguel Leão pela "Patada do Leão" ontem em SP. Corrida no fundo do lote ganhou com autoridade um GP pagando 5,10 no Rio e 7,50 em SP










12.909

12.844

















Coudelaria Atafona

Coudelaria FBL

Coudelaria Intimate Friends

Coudelaria Jessica

Coudelaria Pelotense

Haras Clark Leite

Haras Iposeiras

Haras Depigua

Haras do Morro

Haras Old Friends

Haras Planície

Haras Vale do Stucky

Jorge Olympio
Teixeira dos Santos

Ronaldo Cramer
Moraes Veiga

Stud 13 de Recife

Stud Brocoió

Stud Cajuli

Stud Capitão

Stud Cariri do Recife

Stud Elle Et Moi

Stud Everest

Stud Gold Black

Stud H & R

Stud Hulk

Stud Ilse

Stud La Nave Va

Stud Palura

Stud Quando Será?

Stud Recanto do Derby

Stud Rotterdam

Stud Spumao

Stud Terceira Margem

Stud Turfe

Stud Verde

Stud Wall Street

  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês