Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

Acteon Gaucho – Stud Hulk

Fantasma Bobby – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Empowered – Stud Happy Again

Imperador Acteon – Stud Acqua Azul

El Poker – Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Garra – Haras Do Morro

Zolano – Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Useirovizeiro – Stud Cariri do Recife

Green Century – Stud Palura

Penelope Charming – Haras do Morro

Ghoul – Stud Verde

Mstraubarry – Stud Verde

El Poker – Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Imperador Frances – Daniel Netto Filho

Green Century – Stud Palura

Verso E Prosa – Stud Ilse

Lorenzo – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Mem Cade Ce – Stud Verde

Jeffa – Stud H & R

Irreverente Acteon – Stud H & R

Imperador Francês – Daniel Netto Filho

Famous Italian – Stud Palura

Ghoul – Stud Verde

Sapo Boi – Coudelaria Pelotense

Baccos – Stud Cajuli

Evoque – Haras Do Morro

Ympossible Blade – Stud Cajuli

Jackson Acteon – Stud H & R

Querida Niquita – Stud Cariri do Recife

Ombak Bagusse – Haras Clark Leite








Neste espaço são publicadas as manifestações dos nossos leitores.

O RAIA LEVE acolhe opiniões sobre todos os temas ligados ao turfe.
Reserva–se, no entanto, o direito de rejeitar ofensas, acusações insultuosas e/ou desacompanhadas de documentação. Eventualmente, os e–mails poderão ser checados. O site não tem o compromisso de publicar todas as mensagens recebidas. A publicação, quando ocorrer, se dará na íntegra ou parcialmente, privilegiando–se os trechos mais relevantes.

O Raia Leve, depois de pedidos de leitores e deliberação da diretoria da ACPCPSI decide que além da checagem de CPFs e identidade virtual costumeiramente feitas, só publicará mensagens de internautas que respondam e–mail confirmando a identidade. Desta forma, a editoria do site pede aos internautas que respondam e–mail da associação com a máxima rapidez possível quando solicitados a fim de ter a liberação de seu comentário, bem como assegurem–se que o e–mail raialeve@raialeve.com.br esteja definido como um endereço que não seja encaminhado para a caixa de Spam.





Janeiro | 2019

José Tito de Aguiar (21/01/2019) - São Bernardo do Campo/SP

Não entendi a revista turfe em revista ao não indicar nem para a quadrifeta o cavalo ganhador do último páreo de ontem na gávea sendo que abriu a pedra franco favorito e ganhou bem.

Qual será que foi o critério adotado pelo indicador?

Francisco Rodrigues (21/01/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Cavalo do 8páreo 20/01 , montaria do J Ricardo tido com craque nao pode correr so isso. 

Nos bastidores falam que o animal nao se encontrava em condições de participar da prova. 

Se isso for verdade lesa o apostador causando enorme prejuízo ao turfe.

Tudo isso precisa ser avaliado. 

Tudo pode nao passar de histórias do turfe, mas correu muito pouco .

Realmente uma pena

José Flavio Garcia (20/01/2019) - Londrina/PR

Há um surto de gripe equina no Hipódromo Paulistano e, ao que parece, com alguns casos confirmados. O JCSP não se manifestou oficialmente sobre o ocorrido, mantendo livremente o trânsito de animais para outros estados. Isso pode acarretar uma contaminação em outros centros de turfe, com sérias e danosas consequências. OJCB precisa agir com o máximo de urgência.

Pedro Barbosa Lima (20/01/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Prezado Celso N. Paranhos e amigo. 

Agradeço seu comentário sobre minha égua ninas gold. De fato ela tem corridas irregulares devido a uma não mais existente balda na partida. Mas não tão irregulares assim, pois em 24 atuações ela possui 3 vitórias e 18 colocações. Quanto ao seu pedido sobre o cancelamento da minha matrícula, te convido a conhecer nossas cocheiras e nosso trabalho as 5:00 da manhã de segunda a sábado. Estarei lá te esperando. Quanto a ganhar quando eu quero, não sou tão rico assim para não dar importância aos prêmios. Pago tudo do meu bolso. E por outro lado, você não precisa jogar nela quando for correr. Escolha outra. No turfe tudo é de livre escolha. Até mesmo fazer acusações que lhe podem gerar um processo por calúnia e difamação. Forte abraço.

Claudio da Silva (20/01/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Sr. José Francisco P.Sousa

Sugiro que o sr. assista corridas internacionais, e então verá que nem sempre o cavalo favorito ganha.

Mauro Roger (19/01/2019) - Cachoeiro de Itapemirim/ES

Quero cumprimentar o sr. Francisco Rodrigues,titular do Stud Gata da Serra,pela insistência com que com que comparece a este espaço cobrando aumento nos prêmios praticados pelo Jockey Club Brasileiro.

A notícia de que os cofres do JCB estão abarrotados contrapondo com a estagnação no valor das premiações é inadmissível!!!!

E ninguém fala nada!!!!

Reparem o Jockey Club do Paraná anunciando intenção de implantar pista de grama, se movimentando,tratando turfe como prioridade.

No Rio, só notícias de aumento da arrecadação e nenhuma novidade sobre o turfe.

Nada!

Confesso que me dá arrepios esta história do clube com cofres cheios...me faz lembrar a égua treinada pelo Venâcio Nahid... situação Perigoooosa...

Nestas horas sinto saudade do Sr. Dannemann que desapareceu deste espaço.

Sua combatividade está fazendo falta.

José Francisco Pereira Sousa (19/01/2019) - Porto Alegre/RS

Sr. Celso N.Paranhos,terça feira que vem a famosa NINA`s Gold correrá o mesmo claiming com 3 kg a mais, veremos qual o comportamento. A desculpa já deve estar pronta, pois eles tem explicação para tudo, até com a ajuda dos inocentes úteis..

Francisco Rodrigues (19/01/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Se comenta que os cofres do jcb tem em caixa 20/30 milhões, nada mais justo dar um folego as proprietários com aumento de prêmios, ja que sao quem mantém a materia prima para as corridas aconteçam.

Todos sabemos que a palavra estamos estudando, nao sai nada.

Ivor Lancellotti (17/01/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Porque o JCB não vai transmitir as corridas do Cristal amanhã!

Claudio da Silva (17/01/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Prezado senhor Celso Nogueira Paranhos

Quanto à vitória de Nina`s Gold, ela tinha uma balda de largar sempre atrasada, no caso em que o sr. se referiu, ela largou bem, mas me parece que ela só tinha uma vitória. Agora, eu vejo casos muito pior do que o sr. se referiu.

Luiz Miranda (17/01/2019) - Niterói/RJ

Conversando com treinadores, jóqueis e veterinários, observo que é unânime a preocupação e a insatisfação de todos em relação ao atual estado da raia de grama do JCB. Entendo que as elevadas temperaturas e a escassez de chuvas são responsáveis diretos pelo problema, mas, será que não temos nenhuma ação para minimizar esta situacao? Chega ser uma covardia correr animais de 2 anos em uma pista de grama nestas condições!!!!Não sou especialista no assunto, mas acho que molhar a raia com mais frequência e em horários mais apropriados, com certeza, ajudaria bastante

Outra coisa....quando iremos acabar com essa aberração de cerca móvel de distâncias absurdas...

Enquanto isso, os animais e os proprietários que se explodão!!!!

Luiz Miranda

Stud 3333

Luiz Miranda (17/01/2019) - Niterói/RJ

Em um passado recente, tive a grata oportunidade de ter a participação do J.Pinto no treinamento de nossos animais .

Profissional de extrema qualidade, competente, trabalhador e de caráter ilibado!

Concordo com o amigo Paulo Gama.....sem sombra de dúvidas, o Pintinho é uma excelente alternativa para a composição do quadro de comissários de corridas.

Da mesma forma, não tenho duvidas de que , também, 

É uma excelente opção para o quadro de instrutores da Escola de Aprendizes do JCB.

#ficaadica

Luiz Miranda

Stud 3333

Celso Nogueira Paranhos (16/01/2019) - Rio de Janeiro/RJ

CASO de POLICIA:

NINA’S GOLD so ganha com pules alta, varias diverssidade de perfomaçe, no meu entender a comissao de corridas deveria cancelar a matricula de vez do treinador P.B.Lima, so ganha quando tem interesse e as pules sao boas

Mauro Roger (14/01/2019) - Cachoeiro de Itapemirim/ES

Prezado Carlos Cesar Batista,

O panorama previsto pelo senhor para o futuro da relação PMU/JCB/TURFE BRASILEIRO, me parece perfeitamente possível.

A PMU, anuncia, todas as semanas, a abertura de novos agentes credenciados para captação de apostas para corridas de cavalo.

Provavelmente, o que a empresa francesa está fazendo, é montar uma rede de postos de venda, onde, dependendo da legalização de apostas no país, em breve, poderá estar oferecendo apostas em futebol, tênis, basquete e quiçá, para o turfe.

Se liberarem as maquininhas, vira festa.

Ou seja, o turfe serviria apenas para a entrada física da PMU no gigantesco mercado de apostas brasileiro.

Natural que a empresa francesa vise lucro sem preocupação específica com o fomento do turfe no Brasil.|

Quanto as salvaguardas exigidas pelo JCB para se defender-se desta possibilidade , é onde reside minha curiosidade. 

Muito estranho também o silêncio dos grandes criadores, proprietários e associados do clube sobre o tema .

Saudações turfísticas!

José Tito de Aguiar (14/01/2019) - São Bernardo do Campo/SP

Parabéns ao Sr. Leandro Mancuso indicador da Turfe em Revista ao marcar a quadrifeta na ordem do último páreo de ontem na Gávea e pagando quase 100 reais.

Que venham mais marcações como esta.

Leandro Mancuso (14/01/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Caríssimo senhor Samuel Ribeiro da Silva, gostaria de esclarecer sua postagem, até porque sou eu quem indico na revista, na estréia do oitenta por hora, marquei ele para frente em função de ter bons trabalhos matinais e por ser páreo Perdedor .

Nessa semana não marquei o suposto animal em virturde de estar forçando turma e na grama. 

Espero que tenha esclarecido ao senhor.

E obrigado por notar minhas marcações na revista, que por sinal tenho recebendo inúmeros elogios do público turfistas, se quiser inclusive posso repassar os e-mails recebidos .

Tenha boa sorte nas corridas !!!

Carlos Cesar Batista (14/01/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Caro Mauro Roger,

Li hj seu comentário sobre a venda de apostas do turfe brasileiro para outras praças e, curiosamente, pensava nisso pouco antes.

Fica a impressão de que, para a PMU, o esvaziamento do turfe brasileiro pode ser fonte de lucro, desde que consigam habituar o apostador brasileiro a direcionar suas apostas para o simulcasting Internacional.

Afinal, corridas no Brasil têm uma participação inexpressiva no cconjunto de hipódromos em que ela explora apostas.

Então, podemos imaginar um limite extremo em que o turfe brasileiro acaba e a PMU, em parceria com os jóqueis clubes brasileiros, continua captando apostas apenas para o simulcasting Internacional.

Thiago Godoy (12/01/2019) - Recife/PE

Prezado Paulo Gama,

O cavalo Olhar Magico pertence a parceria entre o HARAS CARIRI PE e o Stud São José dos Bastiões. O Haras Cariri Pe é um proprietário totalmente distinto do Stud Cariri do Recife. Só para lhe informar sobre o texto publicado a pouco.

João Orlando Tomczak (12/01/2019) - Curitiba/PR

Corridas do Cristal

Socorrroi Sérgio Moro

Mande um força militar psocorrer os coitados dos turfistas de todo o Brasil, contra os roubos a quatro patas; Que vergonha.

Carlos Moura (11/01/2019) - Rio de Janeiro/RJ

SOBRE A POTRANCA NEXT COWBOY

Li a matéria do Paulo Gama sobre a corrida da potranca Next Cowboy que corre o quarto páreo de amanhã. Ele disse que ela venceu na estréia tendo hemorragia grau 5. Nem a revista nem o programa oficial do JCB tem esta informação. Portanto o L1 deverá fazer muito bem a ela.

Samuel Ribeiro da Silva (11/01/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Na segunda passada estreou o animal Oitenta Por Hora que na revista Turfe em Revista foi marcado para a ponta, mas o mesmo marcador em sua coluna de estreantes disse que o animal iria apenas brigar por colocação, se contradizendo. Resultado: a parelha franca favorita ganhou e fez a dobrada e o Oitenta por hora fez terceiro. A revista é um dos grandes meios de estudo dos turfistas e uma boa análise vindo junto ajuda um pouco mais, e isso não vem acontecendo. O índice de acerto é baixo e acontecem marcações estranhas as vezes como esta citada. Faz muita falta um destrinchamento do páreo, com uma análise por escrito. Jogar o palpite pura e simplesme nte no papel não ajuda em nada. Acredito que o período de experiência da revista já passou e algo precisa ser revisto. O que vem na revista precisa ter a credibilidade do apostador.

Frederico Doria de Souza (11/01/2019) - Niterói/RJ

Essa semana recebi um prêmio em relação ao pick 3 da Gavea do programa de terça feira! 1°1- 10.20 , 2°1 -3-,70 E 5°6 11,50 feito a 1,00. Quando recebi o dinheiro coloquei na carteira o no dia seguinte logo na abertura do Banco Santander da gavião Peixoto fiz o depósito em envelope. Na conferência a gerente me ligou e disse que tinha uma nota de 100,00 falsa. Entrei em contato com a agência da Rua da Conceição 27 e a gerente colocou em dúvida minha honestidade,dizendo que eu poderia ter colocado a nota falsa no envelope pois achava difícil disso acontecer com o dinheiro pago por eles pois usam a caneta para saber a veracidade da nota. Bem fui ao Banco h j resgatei a nota e a gerente do Banco disse que em momento algum a caneta foi utilizada pois ficaria a marca e que era uma falsificação. Recebi do Banco Santander o processo que será feito junto ao Banco Central e entreguei o caso a à polícia Federal,pois pagamento com dinheiro falso é crime. É uma casa de aposta onde a fonte pagadora têm obrigação de realizar esse procedimento de veracidade das notas. É muito menos uma gerente suspeitar do meu caráter dizendo que poderia ter sido eu que tivesse feito aquilo. Não tem o menor cabimento pois a nota cairia na minha conta e o único prejudicado seria eu mesmo. Já não é a primeira vez que pagaram alguém com dinheiro falso!! Cuidado então quando forem receber notas altas . Obrigado...agora é com a PF.

José Francisco Pereira Sousa (09/01/2019) - Porto Alegre/RS

Gostaria de saber o que o sr. D. Guignoni tem a dizer sobre a atuação do cavalo Gargalo`s Hill`s no páreo de ontem em relação à corrida anterior do referido animal. Será o mesmo animal? E nós apostadores como ficamos?

Carlos Moura (09/01/2019) - Rio de Janeiro/RJ

SUGESTÃO DE ENQUETE PARA O RAIA LEVE

Para acabar de vez com esse bate boca sobre os palpiteiros/marcadores/catedráticos ou seja lá qual for o nome, sugiro o Raia Leve iniciar uma enquete perguntando ao turfista qual o de sua preferência, listando o nome de todos como opção. Aí teremos um real noção de quem realmente é levado em consideração nesse quesito. Como o Raia Leve é o site de maior importância do país sobre o assunto o resultado deve mostrar uma realidade.

George Sanches (09/01/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Passando aqui para agradecer o comentário do amigo tricolor Paulo Gama, em relação à direção e apresentação da Regal Andromeda. Realmente muito precisas, tanto a direção quanto ao preparo dela. Na próxima, gostaria que você estivesse presente na foto. Ab, Stud Golden Friends

Carlos dos Santos (09/01/2019) - Barueri/SP

O Raia Leve pode fornecer informação mais atualizada do estado de saúde do aprendiz Bruno Souza?

Celso Nogueira Paranhos (09/01/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Me parace que essa comissao de corridas nao tem moral e nem competencia nenhuma, pois agora virou moda um Aprendiz pedir pra mudar de categoria antes do tempo so pra poder montar provas de grupo, pois bem se tem um regulamento , deva-se cumpri-lo.

Comunicamos que o aprendiz de 2ª categoria Bruno Viana Queiroz (B.QUEIROZ) passará a 1ª categoria, a pedido do mesmo, em 16 -janeiro

- 2019

a) isso aconteceu tambem com a V.Mota, daqui a pouco vamos ter joqueis e treinadores pedindo pra passar a comissarios de corridas e diretores, regulamento e pra se cumprir ou entao sugiro ao presidente da comissao de corridas que rasgue o regulento;

Jadir Gardil (09/01/2019) - Santo André/SP

Eu já postei aqui o que acho sobre os palpiteiros, seja na escrita, seja na falada.

Como pode, em pleno seculo XXI alguem achar que um palpiteiro vá chegar com uma barbadona na manga da camisa, impossivel. E se alguem que estiver disposto, vá no periodo da manhã, ou mesmo quando do inicio das corridas.Verá um verdadeiro enxame de pobres apostadores, indagando a joqueis, treinadores, alguns se perdem tanto que se possivel fosse,l até aos animais, no desejo insano de conseguir uma barbaba pra poder levantar um dinheiro..... isso todo mundo quer, só que não, quem as tem, guarda no seu pequeno circulos de amizades, como diz o narrador oficial de SP, só os "sabidos"

Vou repetir aqui o que disse um treinador certa vez a um desses caçadores de alegrias..."Chegue no prado às 4 da manhã sob frio, chuva e depois sol, e descubra as barbadas".

Portanto, deixem esses palpiteiros de lado, se sabem algo, guardam pra si, ou quando muito, avisam quando a casa da poule já está prestes a fechar e a poule da barbada não paga mais do que 1,30, aí vem aquela humilde informação....’fulano avisa que na ultima o animal não corresppondeu etc, aquela baboseira toda.....

Mauro Roger (08/01/2019) - Cachoeiro de Itapemirim/ES

"OS COFRES DO JCB ESTÃO ABARROTADOS DA GRANA DO SIMULCASTING INTERNACIONAL"

Palavras do jornalista Paula Gama em sua coluna "Páreo Corrido" desta semana.

Me perdoem se insisto neste tema mas se esta afirmação é verdadeira, por que nada muda na política de premiação do clube?

Não estaria na hora de proprietários e criadores buscarem uma resposta sobre o tema?

As corridas brasileiras já são exportadas para Estados Unidos, Chile,Inglaterra (informações do Paulo Gama) e a partir de Abril alcançarão a França.

Enquanto isso,no Brasil, diminui o número de páreos, o de animais inscritos, o de proprietários, de criadores, etc.

Que "equação maluca" é essa de aumento de arrecadação do clube e destronamento do turfe?

E o pior, tudo cercado de um silêncio ensurdecedor por parte daqueles que tem poder de questionar esta realidade sem sentido.

Bem, talvez, eu, na qualidade de pequeno apostador,seja o único inconformado com estas informações.

Proprietários, criadores,associados devem estar satisfeitos com a situação.

Afinal, quem cala, consente. 

Francisco Rodrigues (08/01/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Tenho uma duvida 

Cavalos de 3 anos quando ganha o Claiming eu sei que nao a primeira Vitória mas quando vira a idade para 4anos ele continua com a Vitória de claiming sem contar.

Mantem os 4 anos zero. 

Obrigado

Antonio Marcos Oliveira (08/01/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Enquanto o pessoal que escreve aqui não está satisfeito com a "penca" de palpiteiros disponíveis e ainda fica pedindo mais pessoas para marcar, eu to satisfeito em só olhar as indicações do Julio Ponte aqui no raia leve. Duvido que algum outro tenha a media de acertos igual, sempre com direito a umas pules melhores. Sábado acertou 4 dos 8 (50%), domingo numa programação não muito fácil acertou 6 dos 9 (66,6%) e ontem 4 de 9 (44,4%). Com essa média ele sempre me ajuda muito. Dispenso olhar o que qualquer outro palpiteiro fala. 

Fica a dica para os amigos.

José Francisco Pereira Sousa (07/01/2019) - Porto Alegre/RS

Faço coro à manifestação do sr. Carlos Roberto dos Reis a favor da participação do ilustre Paulo Gama com indicações dos páreos da Gávea, ainda, sugiro a participação da Sra. Maria Teresa Morgado com indicações fazendo um contraponto à Juliana Dias do site JCB e Bruna Baquil do Turfe Global.Essas informações seriam excelentes a nós turfistas de fora da Gávea, ávidos por dicas pois estamos fora do ambiente e palco dos acontecimentos diários da Gávea. Obrigado.

Carlos Roberto dos Reis (06/01/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Bom dia:

Gostaria que o Sr. Paulo Gama participasse das indicações dos páreos da gávea. Quando ele faz comentários sobre a programação geralmente são informações que agradam.

Quando ele era da equipe do JCB tinha a mesa na qual ele era o único que ajudava o apostador com suas indicações e comentários sobre os páreos.

Roberto

Mauro Roger (06/01/2019) - Cachoeiro de Itapemirim/ES

Agradeço ao Sr. Nelson Sakai pela informação de que as corridas da Gávea na segunda e terça, continuam a ser transmitidas para os Estados Unidos.

Vou tentar acompanhar pelos sites indicados, pois tenho hábito de monitorar movimento de apostas.

Aliás, o próprio JCB, no início do envio das imagens da Gávea para os EUA, informava em seu site o montante das apostas em dólares.

Subitamente, nenhuma linha mais sobre o assunto. Por que?

Nelson Sakae (05/01/2019) - Curitiba/PR

Sr. Mauro Roger

As corridas de segunda e terça-feiras continuam na programação do simulcasting conforme site: http://www.larchannel.com/larc/racingprogramscalendar e laurelpark.com/larc1 .

Hipódromos de Laurel Park e Gulfstream Park.

Abraço

Nelson

Luiz Antonio Molleta (05/01/2019) - São José dos Pinhais/PR

Dá Lhe Salvador, Brasileiro, Paranaense, São Joseense, Filho de é do Sul e Spade, de Criação do Haras Clemente Moletta e Sociedade Com o Scheick Sulamain Al Fairuz, Treinado por Adityan Selvaratenam, Estreou Nesta Quinta Feira Com Um Excelente Segundo Lugar Em Um Handicap de 1200 Metros no Hipódromo Royal Horse Racing Club Em Omã nos Emirados Árabes.

Em Um Páreo Com 15 Cavalos , Largou, Tomou a Ponta e Perdeu Somente nos Últimos Metros Finais para o Melhor Cavalo de Omã.

Carlos Roberto dos Reis (04/01/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Boa noite.

Corrida de domingo, mais uma vez vimos um páreo onde a treinadora Cristina Rezende ia vencer com uma pule malor. No caso, acatado contra eroina clara. Mais esqueceram de avisar o Sr. Jairo Borges.

Pôr fim venceu Frozen, que tinha perdido na anterior para eroina clara por cinco corpos.

E continua tudo como sempre foi

Roberto

Antônio Moreira (03/01/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Por onde o jóquei A C Silva vencedor do Pellegrini?

Mauro Roger (03/01/2019) - Cachoeiro de Itapemirim/ES

Na edição do Jornal do Turfe desta semana,o sr. Milton Lodi informa que a situação financeira do Jockey Club Brasileiro é muita boa, graças, em grande parte à parceria com a PMU.

Então, cabe a a pergunta: o clube vai bem e o turfe vai mal?

Em que esta melhoria econômica da instituição tem refletido no incremento das corridas ou a situação está tão ruim que o crescimento financeiro serve apenas para manter as coisas como estão, com o valor dos prêmios estagnados?

Alô Rizzon, vamos "dar uma geral" no tema?

Ah, alguém sabe se as corridas de terça continuam sendo transmitidas para os Estados Unidos?

Francisco Rodrigues (03/01/2019) - Rio de Janeiro/RJ

A diretoria do JCB e seus conselheiros .

Feliz ano Novo a todos amigos e turfistas. 

Gostaria de saber como andam os estudos para o aumento de premiações. 

Parece e que perderam os cadernos ja que ficaram so nos estudos. 

José Francisco Pereira Sousa (02/01/2019) - Porto Alegre/RS

Boa tarde. Feliz 2019 a todos. Sr. Antônio Cesar Monteiro, dono da égua First Meeting, provável favorita na abertura da próxima reunião em Cidade Jardim, observando o replay visto de frente, da ultima atuação do referido animal, fiquei indignado com o procedimento do seu jóquei R.NUNES, que nos últimos 400 mts. da corrida aplicou 28 chicotadas na First Meeting. Isso é um absurdo e desumano partindo de um profissional que vive da nobre arte de pilotar cavalos. Desculpe o desabafo. Saúde a todos e juízo ao referido jóquei.










12.948

12.844

















Coudelaria Atafona

Coudelaria FBL

Coudelaria Intimate Friends

Coudelaria Jessica

Coudelaria Pelotense

Haras Clark Leite

Haras Iposeiras

Haras Depigua

Haras do Morro

Haras Old Friends

Haras Planície

Haras Vale do Stucky

Jorge Olympio
Teixeira dos Santos

Ronaldo Cramer
Moraes Veiga

Stud Brocoió

Stud Cajuli

Stud Capitão

Stud Cariri do Recife

Stud Cezzane

Stud Elle Et Moi

Stud Everest

Stud Gold Black

Stud H & R

Stud Hulk

Stud Ilse

Stud La Nave Va

Stud Palura

Stud Quando Será?

Stud Recanto do Derby

Stud Rotterdam

Stud Spumao

Stud Terceira Margem

Stud Turfe

Stud Verde

Stud Wall Street
  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês