Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

Agassi - Stud Verde

Atafona Beach - Coudelaria Atafona

Gata Voadora - Stud Verde

Mafioso Luy - Stud Cajuli

Penelope Charming - Haras do Morro

Isola Di Fiori - Haras do Morro

Agassi - Stud Verde

Historieta - Stud Snob

Hervadaninha – Stud Palura

Jurere Girl – Stud H & R

Cuca Morena – Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Adaga do Rei – Haras do Morro

Ultimaforma – Stud Verde

Maestro da Serra – Stud Cajuli

Escasa – Haras do Morro

Garbo Talks – Haras do Morro

Ba Victoria – Stud Cezzane

Tea Time – Stud Nunes de Miranda

Garra – Haras Do Morro

Fletcher – Stud Snob

Garbo Talks – Haras do Morro

Fletcher – Stud Snob

Till To Disc – Haras do Morro

Empowered – Stud Happy Again

Fantasma Bobby – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Imperador Acteon – Stud Acqua Azul

Acteon Gaucho – Stud Hulk

Zolano – Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Garra – Haras Do Morro

El Poker – Jorge Olympio Teixeira dos Santos








Neste espaço são publicadas as manifestações dos nossos leitores.

O RAIA LEVE acolhe opiniões sobre todos os temas ligados ao turfe.
Reserva–se, no entanto, o direito de rejeitar ofensas, acusações insultuosas e/ou desacompanhadas de documentação. Eventualmente, os e–mails poderão ser checados. O site não tem o compromisso de publicar todas as mensagens recebidas. A publicação, quando ocorrer, se dará na íntegra ou parcialmente, privilegiando–se os trechos mais relevantes.

O Raia Leve, depois de pedidos de leitores e deliberação da diretoria da ACPCPSI decide que além da checagem de CPFs e identidade virtual costumeiramente feitas, só publicará mensagens de internautas que respondam e–mail confirmando a identidade. Desta forma, a editoria do site pede aos internautas que respondam e–mail da associação com a máxima rapidez possível quando solicitados a fim de ter a liberação de seu comentário, bem como assegurem–se que o e–mail raialeve@raialeve.com.br esteja definido como um endereço que não seja encaminhado para a caixa de Spam.





Maio | 2019

Luiz Carlos Barbosa (23/05/2019) - São Paulo/SP

Completando: favoritos retirados no último páreo da gávea em poucos dias: Fashion Girl (06/05) e Pascal Cat (21/05)

Luiz Carlos Barbosa (22/05/2019) - São Paulo/SP

Pode ser até coincidência. mas é o segundo favorito retirado no ultimo páreo da gávea.

Carlos Eduardo de Santana Teixeira (21/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Entra reunião, sai reunião, e o sr. Fernando Cury continua dando palpites sem nexo na hora da largada. Será que esse senhor não entende que a função dele é narrar e não palpitar!! O pior é que não da uma dentro, ontem falou da egua Lady Angel, que não era essa barbada toda, a égua dividiu a raia e nem desculpas esse senhor pediu. Deveriam ser mais responsáveis na hora de falar, ele e a famosa "TROPA DE CHOQUE"

abs a todos.

Fernando A. Iaccarino (20/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Então Sr Cesar eu não sabia que no Jockey Clube Brasileiro só existem santos, e todos os treinadores e jóqueis são corretíssimos e honestos. Puxa vida e eu que pensava que no JCB existiam pessoas normais. Depois de sua afirmação o mínimo que devo fazer é ir me confessar e pedir desculpas por achar que alguns casos que acontecem no JCB eram muito estranhos.

César Eduardo Marques Mendes (19/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Bom dia. Acho que antes de falar alguma coisa aqui no site Raia Leve algumas pessoas que escreve aqui tem que ter a responsabilidade e a capacidade de falar de alguém. 

Todos os profissionais que trabalham no turfe tentam fazer o melhor possível. 

Agora chegar aqui malhar um jockey ou um treinador deve ser muito fácil e si inscrever aqui. 

Sobre a falta de peso do jockey W.Blandi a falta de peso foi nele por isso a comissão de corridas suspendeu por 2 meses.

Agora chegar aqui falar e não saber das coisas e colocar a culpa nos encilhadores e muito fácil. Ou mesmo nos treinadores 

Agora quando vcs erram e sempre tudo muito normal. 

Me desculpe as leitores do site Raia Leve. 

Abraços a todos

Luiz Sergio Sposito (19/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Porquê será que Fernando Lopes não postou as ocorrências veterinária do período de 11/05 a 14/05 ?

Acredito que seja importante para o apostador saber o porque seu escolhido fracassou ou ganhou no caso de doping.

Sergio José Lessa (18/05/2019) - São Gonçalo/RJ

Caramba como é dificil nós turfista que amamos corrida de cavalo e principalmente cavalo de corrida,sermos fã de um craque,quem se lembra do Itajara sabe o que estou querendo dizer,últimamente todo craque que aparece não fica mais de dois anos em nosso turfe,vários craques no auge do apogeu logo é vendido para o exterior, agora foi mais um o craque-Filo Di Arianna que foi vendido para terra do tio Sam,por um lado é bom para a criação brasileira,é bom para o proprietário mas para nós turfistas é ruim pois não é todo o dia que aparece um potro com selo de craque.

Erasmo Rodrigues da Silva (18/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Prezados. Boa tarde. Quem puder que veja a direção maravilhosa nesta tarde, dada pelo F. Leandro em San Izidro, ao vencer clássico com Queen Plum, do Araras

Celso Nogueira Paranhos (17/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

SR. José Francisco Pereira Sousa, EM CONSIDERAÇAO as suas palavras em favor do joquei W.Blandi, venho informar que a responssabilidade e do treinador quando ele faz a pesagem com o joquei, como e de costume os treinadores a pagar encilhadores para fazer isso nesse caso o encilhador deveria ser suspenso, nesse caso deveria a comissao de corridas esclarecer de quem foi a rresponssabilidadedo a nao ser se o W.Blandi tivesse feito o peso e depois tivesse trocado de botas com outro peso inferior

Luiz Sergio Sposito (17/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

A suspensão do jockey W. Blandi foi para provar que CC puni ? Pois o cavalo largou ultimo e chegou último não alterou o percurso nem prejudicou apostadores. Aí entra a máxima do Arnaldo: "a regra é clara" faltou peso suspensão, correto se a regra é clara Cel-Sol-Sul não poderia correr, correu alterou o percurso prejudicou apostadores e nada ? Só uma desclassificação ?

José Francisco Pereira Sousa (15/05/2019) - Porto Alegre/RS

Boa noite. Afinal de quem é responsabilidade pelo peso do animal na repesagem do piloto com os arreios, o treinador ou o jóquei? Essa punição ao W.Blandi de dois meses por falta de peso é estranha( O ANIMAL DREAM DEMON LARGOU E LOGO FICOU ULTIMO E CHEGOU ÚLTIMO) será que com o peso correto ele criaria asas e deixaria de pagar 34,70. Senhores comissários se querem aparecer e mostrar serviço, após deixarem a égua CÉU-SOL-SUL correr uma segunda vez num conjunto de reuniões sem estar habilitada, deveriam investigar porque a referida égua entrou penúltimo nesta terça passada correndo contra as fêmeas, já que há pouco dias tinha vir ado craq ue e ganhado dos machos?

Antonio José Moura (15/05/2019) - Niterói/RJ

CONHECIMENTO & SIMPATIA

Sr. Francisco Rodrigues,

Como bem sabemos, no Turfe DNA é tudo; o André Rodrugues é filho de ninguém menos do que Beto Rodrigues, antigo proprietário e uma enciclopédia ambulante sobre a matéria.

Tenho acompanhado nestas últimas três semanas seus comentários e marcações sobre as corridas do Rio de Janeiro e estou agradávelmente surpreso com o seu nível de conhecimento e da sua peculiar análise sobre cada páreo! Não custa nada dar uma olhada nas próximas futuras reuniões.

Boa sorte para nós dois!

Antonio Moura

Francisco Rodrigues (15/05/2019) - Petrópolis/RJ

Parabéns para o Andre Rodrigues na resenha do turfe, foi muito educado e fidalgo em relação ao animal Falcon Ruller.

Negativo total. Soube dizer com elegância que o animal era negativa. Como se confirmou na raia o jóckey nao fez nem correr com medo.

E so ver o replay, trocava de mao direto. 

José Tito de Aguiar (13/05/2019) - São Bernardo do Campo/SP

Achei muito contundente os adjetivos usados pelo Sr. Celso Nogueira Paranhos à Comissão de Turfe do JCB a respeito do cavalo ouro.

Com a palavra a Comissão de Turfe pois calando-se estará concordando com os adjetivos usados.

Renato Leite (13/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Boa tarde

É preciso que esclareçam para alguns familiares do agora jóquei B Queiroz que cada um torce para quem quiser.

Pois estamos falando de jogo.

Fazer cara feia,olhar com raiva e até sair reclamando dos apostadores que jogaram contra seu filho, que por sinal é um excelente profissional, só vai fazer com que algumas pessoas passem a olhar o garoto com outros olhos.

Ivor Lancellotti (13/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Gente! Enquanto essa comissão de corridas for intocável, não são as pessoas e sim o posto, não podemos fazer nada, é pegar ou largar.

Enquanto os comentaristas estiverem amordaçados por decreto, não podemos resolver nada!

Se os comentaristas pudessem, como no Futebol, comentar o que eles viram e o que eles acharam numa carreira, se eles pudessem concordar ou descordar de um julgamento feito por qualquer comissão de corridas, a coisa seria democrática.

Eles são soberanos! Ou aceitamos ou abandonamos. Na verdade somos mudos!

Abraços 

José Francisco Pereira Sousa (11/05/2019) - Porto Alegre/RS

Fui operado duas vezes sem anestesia, uma pela égua CEU-SOL-SUL e outra pelo glorioso OURO. Adivinhem em que hipódromo e qual cidade !!!???

Celso Nogueira Paranhos (11/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Quero aplaudir o sr; Alberto Faveret pelas palavras sobre o animal OURO, foi muito bem colocadas, vou alem mais do que o Sr: disse . essa Comissao de Corridas nao vale nada, nao tem MORAL, nao tem CARATER e nao tem CREDIBILIBADE junto ao apostador, vergonha pro TURFE, gostaria que essa comissao e o Presidente do Jockey Club , SR TAUNAY, mostrasse os videos dessas corridas DO ANIMAL OURO la pra comissao de corridas da FRANÇA e dos ESTADOS UNIDOS, vcs estao acabando com o turfe, e ainda querem transformarr os programas iguais aos dos estados unidos e frança, que nao trazem a distancia que o animal correu e o tempo, nao diz se foi areia ou grama, em outr as palav ras , vao enganar o ............baralho, pra quem enteu sabe oque significa, a comissao de corridas deveria ser suspenssa por diversidade de julgar.

Alberto Faveret (10/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

OURO, MUTRETA MESMO !

Mutreta e da grande basta ver o rateio , alguém jogou , independente de qualquer explicação que foi dada pelos profissionais , todos os envolvidos deveriam ser punidos e com rigor e de preferência logo após o páreo correr (isto já aconteceu num passado muito distante) , o que está em jogo é a "CREDIBILIDADE" das apostas e não a amizade entre os comissários (inclui-se o presidente da comissão) e os profissionais , não é compatível a diferença de performance do animal citado com qualquer ocorrência dentro de uma normalidade , depois querem aumentar o movimento de apostas . Ah tem também o caso da égua que ganhou e foi desclassificada pois não poderia ter corrido , falha grotesca de muita gente inclusive da CC. , mais uma vez fica na conta do apostador . Eu já reduzi bastante o valor das minhas apostas , e a tendência é diminuir mais a cada ocorrência destas .

Luiz Sergio Sposito (10/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Na verdade o que ocorreu com o cavalo ouro? Na corrida anterior não teve ocorrência veterinária. O resultado da sindicância foi favorável aos ganhadores. Para que não gere especulações a transparência é o melhor remédio.

Caso contrário leva o apostador a achar que o cavalo Ouro vale ouro.

Fernando Iaccarino (09/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Merece a medalha de "ouro" o resultado da sindicância a respeito do cavalo Ouro. O citado animal , em suas últimas 3 corridas, chegou em último em 2 e penúltimo em uma. Independente da ?desculpa do joquei A. Goulart? que não exigiu o animal nos últimos 150 metros, a Comissão de Corridas deveria punir o treinador pela diversidade de atuação. Multar em R$ 150,00 é incentivar esse tipo de mutreta e afastar, mais ainda, os apostadores.

Luiz Antônio da Silva (09/05/2019) - Nova Iguaçu/RJ

Quais foram as justificativas dos profissionais no caso do animal Ouro. O animal foi sofreado por qual motivo? Com a palavra a CC.

Antonio José Pais de Moura (07/05/2019) - Niterói/RJ

O TEMPO E A VENTANIA

Sr. Pedro Barbosa Lima,

Contra o destempero da Natureza e a arrogância dos Homens, pouco ou nada se pode fazer... É assim desde que o mundo é mundo!

Se lhe bastam meu apoio e irrestrita solidariedade - ei-los!

Heróis da Resistência, é bom lembrar, deixam o nome na História...

Cordialmente,

Antonio Pais de Moura

Pedro Barbosa Lima (07/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Mais uma vez o JCB me surpreendeu. Recebi hoje um comunicado da APPS que os animais que ficariam sob minha responsabilidade como treinador não poderão ficar alojados na cocheira localizada na vila lagoa 05 - stud allstar brasil - da qual sou o treinador responsável e meu pai o comodatário. Não escreveram nada/foi tudo de boca, estão prejudicando os cavalos e proprietários que estão vindo para o leilão da ABCPCC, estão me proibindo de trabalhar e descumprindo ordem judicial que suspendeu minha punição. Qual será o próximo capitulo dessa triste novela de egos?

José Tito de Aguiar (07/05/2019) - São Bernardo do Campo/SP

A meu ver num estado democrático que estamos vivendo, todas as pessoas tem o direito de falar o que quiser e arcar com as consequência do que falou.

O Sr. Pedro Lima ofendeu verbalmente o Sr. Taunay como o mesmo disse? se ofendeu deve assumir se não deve procurar a justiça para se defender se já que não o fez.

Não estou entendendo todos estes comentários em torno do assunto e simplesmente vender os cavalos não resolve esta questão.

Pedro Barbosa Lima (07/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Prezado José Lessa de São Gonçalo. 

Agradeço sua mensagem, mas para que nenhum treinador pague pelo que não fez, o responsável pelo envio do meu áudio ao presidente do clube foi uma pessoa de nome Ronaldo Esposel - advogado de um pequeno escritório no centro do Río de Janeiro. Este nome consta na petição feita pelos advogados do presidente do clube e protocolada na 15DP da Gávea. 

Atenciosamente

Carlos Eduardo de Santana Teixeira (07/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Prezado Carlos Cesar Batista, respondendo a sua pergunta sobre a desclassificação do animal, é porque a Comissão de Corridas de lá pune quem prejudicou eles não ficam fazendo especulações sobre onde o animal chegaria, tanto é que, o animal vencedor na curva prejudicou o animal que chegou em 17º lugar ( e mesmo sem prejuizo esse animal não venceria) logo, a CC colocou o vencedor atrás do animal que chegou em 17º e o prejudicado foi para 16º. Lá é assim, prejudicou....dançou. Aqui é diferente a CC usa de vários pesos e várias medidas, se a corrida for transmitida pra França eles agem de uma maneira, se não for, eles agem de outra .

abs a todos

Jose Cruz (06/05/2019) - Cachoeiro do Sul/RS

Dar dicas em cima do horario das reuniões não interessa. Sugiro que o Raia Leve coloque como regra no minimo 3 horas antes do horario da reunião a não ser em casos de mudança de raia.

Sergio José Lessa (06/05/2019) - São Gonçalo/RJ

Covardia é o que fizeram com o Sr.Pedro Barbosa Lima.Não existe outro adjetivo pois foi vitíma da inveja e ciumes de um outro treinador que fez o papel de judas o entregando aos carrascos,os turfistas jamais esquecerão, é uma pena não sabermos o nome desse Judas que talvez tenha se vendido aos carrascos por algum beneficio que espiona os colegas e entrega de bandeja a cabeça do colega,esse treinador covarde e sem dignidade que fez isso não merece está no meio do turfe pois é um grande canalha.

José Tito de Aguiar (06/05/2019) - São Bernardo do Campo/SP

Parabéns ao treinador E.Petrochinski que na entrevista concedida durante a semana ao repórter Jair Bala disse que tinha 18 inscrições entre sexta a domingo e que a melhor de todas era o KRIS FIVE e foi categórico ao afirmar que o mesmo iria ganhar.

Os turfistas precisam destas informações antes dos páreos e não" conversa mole" da maioria dos treinadores onde todos seus cavalos estão bem e com chance alta de vitória

Carlos Eduardo de Santana Teixeira (06/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Parabéns ao Comentarista de verdade André Rodrigues, diz aquilo que realmente aconteceu no páreo, bem diferentes de outros que só sabem bajular. O Andre Rodrigues foi brilhante ao dizer que o joquei L. henrique conduziu mal o animal no terceiro páreo e foi exatamente o que aconteceu. O turfista não quer ser enrolado quer apenas o relato correto.

Para aqueles que dizem que os pseudos comentaristas não podem falar, o André Rodrigues desmentiu isso, se não falam é porque são bajuladores ou para não perderem a chance de pedir barbadas.

Parabéns Andre Rodrigues vc deu um show.

Carlos Cesar Batista (06/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Gostaria de um esclarecimento do que motivou a desclassificação do Maximum Security no Kentucky Derby.

Ivor Lancellotti (06/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

As entrevistas do Jair Bala, o ponto mais fraco do GP SÃO PAULO 

Cá para nos! Zezé Camargo três minutos antes da largada do GP é inacreditável! Seria o mesmo que entrevistar o Ricardinho três minutos antes de um show da dupla sertaneja.

Muito triste aceitar esse tipo de divulgação fora de qualquer sentido!

Os que realmente deveriam dar entrevistas ilustradoras, como cavalariços, treinadores e pilotos ficam completamente fora do cardápio. Certos políticos não sabem nem onde fica a calda de um cavalo! E as premiações cada vez ficam mais insuportáveis pelo longo tempo que dura.

Incrível! 

Ivor Lancellotti (06/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Resenha dos informantes!

Primeiro páreo de Domingo 

Unanimidade número 4

Parece brincadeira mas é sério 

Boa tarde!

Carlos Eduardo de Santana Teixeira (06/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Podemos dizer o que quisermos, mas em matéria de turfe os americanos dão um show. Enquanto nossa CC, demora séculos para julgar uma reclamação e no fim confirma o páreo na ordem de chegada, pq uma bola de cristal calculou que o animal prejudicado não venceria, nos Estados Unidos, na prova mais importante do turfe, o Kentucky Derby, a CC de corridas não tem o menor problema em desclassificar o vencedor para o 17º lugar, sem usar nenhuma bola de cristal, afinal não se mede prejuizo, prejuizo é prejuizo e não tem tamanho.

Antes que alguem diga que aqui a CC de corridas tbm desclassificou duas éguas do Araras, não se esqueçam que ela só fez isso, para que os franceses não achassem que o que se disputa aqui são touradas e não corrida de cavalos

abs a todos

Eduardo Pinto (06/05/2019) - Fortaleza/CE

Boa noite!

Parabéns ao Olympic Hollywood e seus responsáveis!!

Agora, a que nível chegou o GP São Paulo..

.páreo comum. 

Torcer para dias melhores para o turfe paulista.

Pedro Barbosa Lima (05/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Querido amigo Franco/stud gata da Serra

Agradeço imensamente as palavras e faço meus os votos de felicidade e sorte aos novos proprietários dos produtos que escolhi e treinei com tanto carinho. 

Quanto ao seu questionamento sobre a punição aos demais colegas em relação aos outros áudios também divulgados no grupo privado de WhatsApp entitulado "treinadores JCB", digo:

1- ainda bem que os demais foram poupados - pois não bastasse estarem debaixo de mais de um metro de água repleta de tudo do que há de mais podre, ainda seriam punidos severamente. 

2- o JCB somente divulgou em seu site duas resoluções: uma em relação a minha punição como treinador e proprietário por 90 dias e outra negando meu pedido administrativo de reversão da punição. 

3- o site do JCB não divulgou que minha penalidade foi suspensa por ordem judicial e que mesmo após uma tentativa do mesmo em impugnar tal decisão, voltou a perder. Nada disso foi informado no site. Dois pesos, duas medidas. 

4- estou sendo processado criminalmente pelo presidente do clube por injúria. Isso foi divulgado na "entrevista" dada por ele ao site do JCB. Fui ameaçado de lesão corporal e injúria por um treinador no grupo privado de WhatsApp "treinadores JCB", registrei queixa tanto na 15DP como junto a comissão de corridas, pois o treinador infringiu tanto a lei penal quanto o artigo 40 do CNC. A CC foi informada e nada fez. Mesmas infrações, julgamentos distintos. Dois pesos, duas medidas. 

5- um episódio mais lamentável que o outro. Deus ajude os profissionais e proprietários.

6- por último agradeço ao Quintella por ter sido o ÚNICO a ter me dado espaço (como associado da ABCPCC) para uma entrevista com direito de respostas quanto às informações equivocadas dada na "entrevista" dada pelo presidente do JCB ao site do clube. A entrevista virá, pois a parte mais importante de todos os assuntos, que foi o caso do doping do Special Envoy, precisa ser esclarecida - um animal que me deu tantas alegrias não pode ter seu direto de resposta negado. Será por ele, não por mim. 

Atenciosamente

José Francisco Pereira Sousa (05/05/2019) - Porto Alegre/RS

Muito comodo agora , depois de dias a desclassificação da egua Ceu-sol-sul. Porque não foi feita na hora do páreo. Como fica a minha super tri final que foi furada por esse animal irregular? Nós apostadores ficamos a mercê de neófitos que não sabem lidar com o código de corridas ,neste caso antes do páreo esse animal já deveria ter sido retirado.

José Antonio Barros (05/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Com extrema maldade essa PMU mente descaradamente aos turfistas que gostam das corridas de São Paulo semanalmente colocando em seu site que as corridas serão transmitidas pela Tv Turfe aos sabados e nunca são transmitidas e nem os resultados informados, um absurdo e vergonhosa preferencia por essas estrangeiras que duvido trarão ao JCB maior lucro do que se transmitissem ao vivo as corridas paulistas, tomara que essa nefasta Pmu suma daqui o mais breve possivel...

Carlos Eduardo de Santana Teixeira (05/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Gostaria de entender da direção do JCB ou seja lá de quem for o responsável, porque existe um respeito diferenciado aos turfistas franceses e o mesmo tratamento não é dado aos turfistas brasileiros no quesito HORÁRIO DE LARGADA. Hoje aconteceu algo inusitado, no 8º páreo o relogio marcava 40 segundos para inicio do alinhamento e alguns animais já estavam alinhando. Porque essa necessidade de mostrar lá pra fora, aquilo que não somos? Pontualidade nunca foi nosso forte, mas já que o JCB quer passar essa imagem, porque então não presenteia os turfistas brasileiros com a mesma deferencia!

Juliana Rodrigues (05/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Boa tarde

Gostaria de parabenizar a comissão de corridas do Jcb por ver o erro diante da inscrição da égua Ceu-Sol-Sul.

E pedir ao público tanto amador como entendedor de turfe a ler mais o código pois está claro .

Citei aqui o parágrafo e não vi ninguém querer ver .

Somente fazer perguntas a respeito.

Se todos soubéssemos dos nossos direitos e deveres já seria um grande passo para frente.

Francisco Rodrigues (04/05/2019) - Petrópolis/RJ

Quero parabenizar os proprietários e treinadores que reconheceram os produtos e o auto investimento do pedro lima. Al star Brasil. 

Leilão de media muito boa.

Totalizando mais de 600mil. 

Parabéns muitas felicidades e alegrias para os novos proprietários. 

E lamentar a perda.

So nao entendo porque os outros áudios dizem ser no mesmo nível, ninguém foi se quer advertidos. 

Luiz Sergio Sposito (04/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Prezado Leandro Mancuso como você já saiu em defesa da comissão de corridas por sinal corretamente no caso do retrospecto.

Gostaria de perguntar sobre o caso da égua ceu-sol-sul , procede o artigo 99 parágrafo 4 que ela não poderia correr ?

Porque se não poderia como fica os apostadores que fechavam o superbetting no no 2° e 3° colocado e o pick 3 final, quinexata como fica ?

Carlos Roberto dos Reis (03/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Bom dia;

Primeiramente quero dizer que não tenho nada contra o L. Henrique. Mais eu não me lembro de ter visto um cavalo ser desclacificado e o jóquei não sofrer a punição.

Está provado que essa comissão de corridas gosta muito do L. Henrique ou tem alguma coisa contra o B. Queiroz. Por muito menos o Bruno Queiroz pegou um mês de suspensão.

Não desanima garoto, estamos torcendo por você, esta estatística já é sua.

Roberto

José Francisco Pereira Sousa (02/05/2019) - Porto Alegre/RS

Incrível a Comissão de corridas do Jcb tentou e parece que conseguiu desestabilizar o jovem e craque das rédeas Bruno Queiroz. Qual o interesse? A resposta está na capa do site do JCB toda semana...

Luiz Sergio Sposito (02/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Juliana Rodrigues (02/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Boa tarde,

Gostaria de entender como a égua ceu-sol-sul que coreu dia 27/4 no sábado e obteve sétimo lugar pode ter corrido ontem ,se no código de corridas afirma que um animal só pode correr no mesmo conjunto de reunião se tiver obtido colocação,no caso está não obteve

Código 99 parágrafo 4.

Gostaria que os catedráticos se posicionassem.

OBS : Caso proceda os apostadores prejudicados com o resultado do páreo aguardam uma resposta não só dos catedráticos como da comissão de corridas

Lembrando que foi um azarão de 23,30 suplantando o favorito de 1,7 e o terceiro de 5,0.

Antonio José Magalhães Moreira (02/05/2019) - Teresópolis/RJ

Assistam o sétimo páreo de hoje (quarta feira) em Palermo,,, a isso que se chama jóquei na acepção da palavra,...uma direção digna dos maiores ginetes do mundo,...nome dele FRANCISCO LEANDRO,...

Juliana Rodrigues (02/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Boa tarde,

Gostaria de entender como a égua ceu-sol-sul que coreu dia 27/4 no sábado e obteve sétimo lugar pode ter corrido ontem ,se no código de corridas afirma que um animal só pode correr no mesmo conjunto de reunião se tiver obtido colocação,no caso está não obteve

Código 99 parágrafo 4.

Gostaria que os catedráticos se posicionassem.

Leandro Mancuso (01/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Em resposta a Geovane dos Santos!!

Caro leitor, fico lisonjeado por saber que o senhor acompanha minha coluna na Bahia.

Realmente você estava com a razão, a égua não correu nada, embora tenha sido muito apostada.

Mas espero que tenha lido a coluna semana passada quando falei que Platoon do treinador V. Fornasaro seria ótima pule. Minha coluna é para dar informações e notícias sobre os cavalos, minha intenção sempre é ajudar.

Obrigado pela opinião e espero que possa acertar mais como no Platoon e errar menos como na Dear Fast nos próximos palpites.

Abraço e boa sorte nas corridas!!!

Rodrigo Batista (01/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Concordo totalmente com o Sr. Mauro Roger, exportar nossas corridas é a grande salvação para o turfe nacional, ora vejam o diminuto Chile com corridas diárias e programação intensa, transmitindo para o mundo e cada vez mais melhorando sua criação através da importação de garanhões e matrizes, mesma coisa a argentina, ora senhores caiam na real o mundo é global, não termina na estação de trem de paciencia. Que Cidade Jardim entre nessa festa o mais rápido possivel tambem. Turfe é produto, não é mais um hobby para poucos. Desculpe se fui taxativo mas as conclusões me parecem óbvias.

Eduardo Pinto (01/05/2019) - Fortaleza/CE

Bom dia!

L. Henrique está chegando no B.Queiroz. 

Depois da exagerada suspensão, soube tirar proveito. 

Tomara que passe logo, para alegria de alguns comentaristas da TV Turfe.

Espero que o garoto Bruno não desanime. 

É muito mais Jockey que o seu oponente, mas vamos aguardar. 

Antonio Carlos Barbosa da Silva (01/05/2019) - Rio de Janeiro/RJ

Ratificando minha opinião a respeito do excelente joquei E.Ferreira Filho,mais um show na condução da egua CEU SOL SUL.

José Francisco Pereira Sousa (01/05/2019) - Porto Alegre/RS

Parabéns e obrigado ao grande locutor FERNANDO CURY( esse só vão pegar lá na ducha) pela indicação do cavalo ELM WOOD, estreante, do seu pai L Cury, pule de 5,50.








12.965

12.844















Coudelaria Atafona

Coudelaria FBL

Coudelaria Intimate Friends

Coudelaria Jessica

Coudelaria Pelotense

Haras Clark Leite

Haras Iposeiras

Haras Depigua

Haras do Morro

Haras Old Friends

Haras Planície

Haras Vale do Stucky

Jorge Olympio
Teixeira dos Santos

Ronaldo Cramer
Moraes Veiga

Stud Brocoió

Stud Cajuli

Stud Capitão

Stud Cariri do Recife

Stud Cezzane

Stud Elle Et Moi

Stud Everest

Stud Gold Black

Stud H & R

Stud Hulk

Stud Ilse

Stud La Nave Va

Stud Palura

Stud Quando Será?

Stud Recanto do Derby

Stud Rotterdam

Stud Spumao

Stud Terceira Margem

Stud Turfe

Stud Verde

Stud Wall Street
  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês