Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

King Five - Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Paris Seis - Haras do Morro

La Marianne - Haras Itá-Kunhã

Notorious - Haras Figueira do Lago

Galilei Thunder - Haras do Morro

Nero D’Avola - Haras Figueira do Lago

Oak Flavour - Haras Figueira do Lago

Hipness - Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Ostentacion - Stud Cajuli

Oxford Girl - Haras Figueira do Lago

Impulsione - Haras do Morro

Danish Ship - Stud Rotterdam

Ostentacion - Stud Cajuli

Nergy Of Tiger - Stud Cajuli

Joka Tango - Haras do Morro

Lexus - Stud H & R

Revoada - Haras Clark Leite

I’ve Been There - Haras do Morro

Olympic Ipswich - Haras Do Morro

Non Merci - Haras Figueira do Lago

Our Captain Louis - Stud Faverest

Nergy Of Tiger - Stud Cajuli

Alto Lá - Stud Bossa Rio

Orozco - Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Mem Cade Ce - Stud Verde

Notorious - Haras Figueira do Lago

Hecho Con Amor - Stud Verde

Impulsione - Haras do Morro

Joka Tango - Haras do Morro

New Prada - Stud Everest









Outubro | 2021

Hang Loose derrota Plata Pura no olho mecânico
10/10/2021 - 17h22min

Gerson Martins

O Clássico Armando Carneiro, disputado agora há pouco no Hipódromo da Gávea, na distância de 1500 metros, em pista de grama pesada, teve desfecho eletrizante. O placar oficial do páreo foi definido num duplo fotochart. O primeiro, entre Hang Loose, do Stud By Winner’s, e Plata Pura, do Stud Happy Again, com vantagem para a filha de Put It Back e Trottoir, por Bernstein, pilotada pelo recordista mundial, Jorge Ricardo, num duelo cabeça a cabeça, com Henderson Fernandes, o jóquei dos Grandes Prêmio, na atualidade. E o outro, pela terceira e a quarta posição, entre Italian Party, do Haras Santa Maria de Araras, e Nova Moleca, do Stud Eternamente Rio, com diferença mínima a favor da pensionista de Cristiano Oliveira.

Na largada, Plata Pura foi acionada para frente por Henderson Fernandes, enquanto Jorge Ricardo, inteligentemente, optou por não brigar. Acompanhou de perto a favorita e esperou até os 400 metros finais. Daí em diante, fez correr a pensionista de Venâncio Nahid, e a luta foi intensa pelo triunfo. Nos 100 metros finais, Hang Loose chegou a livrar cabeça, mas a pupila de Luiz Esteves reagiu, por dentro. A fotografia trouxe diferença mínima a favor do homem das 13.132 vitórias. Com certeza, este triunfo de hoje lavou a alma do campeão. Afinal, foi o atestado de que, apesar dos 60 anos, Ricardinho segue competitivo. E hoje, foi competente e capaz de oferecer resistência ao treinador, e o jóquei, mais eficientes da atualidade, no que se refere as provas clássicas, Luiz Esteves e Henderson Fernandes. E, até conseguiu impedir a costumeira presença de ambos no pódio.

Por Paulo Gama



<< Anterior Próxima >>








13.134

12.844



















Coudelaria Atafona

Coudelaria FBL

Coudelaria Intimate Friends

Coudelaria Jessica

Coudelaria Pelotense

Haras Clark Leite

Haras Iposeiras

Haras Depigua

Haras Figueira do Lago

Haras do Morro

Haras Old Friends

Haras Planície

Haras Vale do Stucky

Jorge Olympio
Teixeira dos Santos

Ronaldo Cramer
Moraes Veiga

Stud Brocoió

Stud Cajuli

Stud Capitão

Stud Cariri do Recife

Stud Cezzane

Stud Embalagem

Stud Everest

Stud Gold Black

Stud H & R

Stud Hulk

Stud Ilse

Stud La Nave Va

Stud Palura

Stud Quando Será?

Stud Recanto do Derby

Stud Rotterdam

Stud Spumao

Stud Terceira Margem

Stud Turfe

Stud Verde

Stud Wall Street
  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês