Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

El Topo – Haras do Morro

Kid Carson – Stud Verde

Douma – Sinval Domingues de Araujo

Elemento Fatal – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Selo Negro – Stud Cajuli

Deep Moment – Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Baccos – Stud Cajuli

Kid Carson – Stud Verde

Douma – Sinval Domingues de Araujo

Duchesse Carina – Stud Hulk

Joka Tango – Stud Lagoa 26

Emerald Lady – Stud Wall Street

Selo Negro – Stud Cajuli

Jon Jones – Sinval Domingues de Araujo

Selo Achaque – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Ca̤arola РRonaldo Cramer Moraes Veiga

Neshama – Ulisses Lignon Carneiro

Energia Important – Stud Gold Black

Baccos – Stud Cajuli

Lover Of Speed – Sinval Domingues de Araujo

Magic Citizen – Coudelaria Jessica

Lepo–Lepo – Sinval Domingues de Araujo

Kremlin – Stud Hulk

Veramente Buono – Haras Old Friends

Bebe Frances – Stud Ilse

Deluge – Coudelaria Palura Mirim

Emerald Lady – Stud Wall Street

Joka Tango – Stud Lagoa 26

Maestro da Serra – Stud Cajuli

Neshama – Ulisses Lignon Carneiro







Preciosidades: Albatroz, primeiro bi GP Brasil
27/06/2011 - 15h07min

Arquivo RL

Albatroz no haras São José & Expedictus

Seguindo a linha das preciosidades que levantaram mais de uma vez a maior e mais glamorosa prova do turfe nacional, voltaremos um pouco mais no tempo chegando à década de 40, para lembrarmos do primeiro bi campeão do Grande Prêmio Brasil.

O castanho Albatroz, da família Paula Machado conquistou seu primeiro GP Brasil já com seus 7 anos de idade. Apelidado pelos turfistas da época, o "velhinho" em seu primeiro triunfo, em 1943, marcando a segunda vitória de ser treinador Ernani de Freitas na prova, desbancou o argentino Álibi e o uruguaio Lunar, que vinham de colocações nos anos anteriores. Ao término da prova, Francisco Eduardo de Paula Machado seguindo a tradição de seu pai, subiu à sala de imprensa para compartilhar sua emoção com os profissionais de jornalismo. E diante de toda a festa, proferiu a seguinte frase, que ficou marcada na história do turfe nacional: “As glórias deste dia pertencem inteiramente a meu pai, assim como tudo o que vier daqui por diante será sempre dele.”

No ano seguinte, o castanho, criação e propriedade da tradicional e gloriosa família Paula Machado, ainda antes de conquistar seu bi no GP Brasil no mês de agosto, foi à Cidade Jardim e conquistou o Grande Prêmio São Paulo entre muitos outros GP’s. Assim se tornando recordista dos 2400 aos 2800 metros.

Albatroz, filho de Trinidad e Myrthee por Mesilim, nascido em 1936, em 40 apresentações, venceu 17 vezes, conquistou 10 segundos e 4 terceiros lugares. Suas principais vitórias são: 

1940 - Clás Jockey Club de São Paulo (G2)
1940 - GP 16 de Julho (G1)
1941 - GP Guanabara (G2)
1942 - GP Governador do Estado (G3)
1942 - GP Dr Frontin (G3)
1943 - GP Jockey Club Brasileiro (G1)
1943 - GP Governador do Estado (G3)
1943 - GP Brasil (G1)
1943 - GP 19 de Abril (LR)
1944 - GP Presidente do Jockey Club (G3)
1944 - GP Brasil (G1)
1944 - GP São Paulo (G1)

Infelizmente, o animal foi impedido de prosseguir na reprodução devido um acidente no haras. Mas mesmo assim, produziu os ganhadores Brilhante Azul, Ramon Navarro e Mont Talisman.

por Eluan Turino.



<< Página anterior













12.812

12.844





















Coudelaria Atafona

Coudelaria FBL

Coudelaria Intimate Friends

Coudelaria Jessica

Coudelaria Pelotense

Haras Iposeiras

Haras Depigua

Haras do Morro

Haras Fazenda Eldorado

Haras Old Friends

Haras Planície

Haras Vale do Stucky

Jorge Olympio
Teixeira dos Santos

Ronaldo Cramer
Moraes Veiga

Stud 13 de Recife

Stud Brocoió

Stud Cajuli

Stud Capitão

Stud Cariri do Recife

Stud Elle Et Moi

Stud Everest

Stud Gold Black

Stud Hulk

Stud Ilse

Stud La Nave Va

Stud Mengão 1981

Stud Palura

Stud Quando Será?

Stud Recanto do Derby

Stud Rotterdam

Stud Spumao

Stud Terceira Margem

Stud Turfe

Stud Verde

Stud Wall Street

  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês