Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

El Topo – Haras do Morro

Kid Carson – Stud Verde

Douma – Sinval Domingues de Araujo

Elemento Fatal – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Selo Negro – Stud Cajuli

Deep Moment – Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Baccos – Stud Cajuli

Kid Carson – Stud Verde

Douma – Sinval Domingues de Araujo

Duchesse Carina – Stud Hulk

Joka Tango – Stud Lagoa 26

Emerald Lady – Stud Wall Street

Selo Negro – Stud Cajuli

Jon Jones – Sinval Domingues de Araujo

Selo Achaque – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Ca̤arola РRonaldo Cramer Moraes Veiga

Neshama – Ulisses Lignon Carneiro

Energia Important – Stud Gold Black

Baccos – Stud Cajuli

Lover Of Speed – Sinval Domingues de Araujo

Magic Citizen – Coudelaria Jessica

Lepo–Lepo – Sinval Domingues de Araujo

Kremlin – Stud Hulk

Veramente Buono – Haras Old Friends

Bebe Frances – Stud Ilse

Deluge – Coudelaria Palura Mirim

Emerald Lady – Stud Wall Street

Joka Tango – Stud Lagoa 26

Maestro da Serra – Stud Cajuli

Neshama – Ulisses Lignon Carneiro







Preciosidades: Adil, dono de um histórico e extraordinário tri
05/05/2010 - 15h22min

silvioluiz.com.br

Adil após a vitória no GP São de Paulo de 55
Na foto, vemos o nosso grande craque Adil (Epigram e Candid Lover, por Casanova), criação do Haras Jahu e propriedade do Stud Almeida Prado & Assumpção (logo defensor das mesmas cores de Gualicho, as cinza e verde em listras horizontais), voltando após a sua primeira vitória nos três mil metros do GP São Paulo, quando deixou para trás craques como Quiproquó (tríplice coroado carioca em 53 e vencedor do São Paulo no ano anterior) e El Aragonés (campeão do GP Carlos Pellegrini, em 53, e dos GGPP Brasil e IV Centenário da Cidade de São Paulo, em 54). No dorso, L.B. Gonçalves, o jóquei de todas as suas grandes conquistas.

Certamente, no topo dos maiores corredores brasileiros de todos os tempos, este fantástico craque veio a tornar-se tricampeão da grandíssima prova de Cidade Jardim, tanto que para muitos GP São Paulo e Adil são sinônimos. Em 1956, numa grama pesada, após um grande duelo, superou o maravilhoso craque argentino Tatán, com Canaletto em terceiro. Finalmente, em 1957, superou dois derby-winners paulistas (como ele, por sinal), o tríplice coroado (carioca) Timão e seu companheiro de cores e irmão materno, Caporal.

Um corredor inesquecível que, após a sua vitória no GP Derby Paulista, em 1954, sobre os então melhores nomes da fornada, Rumor e Quebec, em pistas brasileiras, esquecendo a sua corrida de despedida (após vários meses de parado devido a um grave problema que o atacou na véspera do Brasil 57), no GP 14 de Março quando foi suplantado pela craque Garça,(em inscrição muito criticada por todos diante do que ele representava), não voltou a perder em pistas nacionais para corredores brasileiros quando correndo dentro da normalidade, uma maravilhosa série de vitórias e exibições de craque que enriqueceram as histórias das gramas paulista e carioca.

Ao seu referencial histórico, ficou faltando o GP Brasil, prova que correu duas vezes e em ambas foi segundo: para Mangangá, em 1955, e para Tatán, em 1956. Duas atuações de craque, também, é bom que se diga. Em 57, quando era a força mais do que absoluta, acabou não podendo correr como dissemos acima. Mas foram derrotas para dois craques puríssimos e especiais contra quem correu no GP Carlos Pellegrini, de 1955, chegando em importante e histórico terceiro (perdendo o segundo por pequena diferença para Tatán enquanto Mangangá galopava triunfalmente de forma admirável em performance histórica).

Pelo tri, pelo seu histórico, por tudo, o turfe brasileiro deve e muito a este notável corredor.

A ele e a tudo que representou e representa, as nossas humildes homenagens. Adil, um craque que ficou para sempre.

da Redação


<< Página anterior













12.812

12.844





















Coudelaria Atafona

Coudelaria FBL

Coudelaria Intimate Friends

Coudelaria Jessica

Coudelaria Pelotense

Haras Iposeiras

Haras Depigua

Haras do Morro

Haras Fazenda Eldorado

Haras Old Friends

Haras Planície

Haras Vale do Stucky

Jorge Olympio
Teixeira dos Santos

Ronaldo Cramer
Moraes Veiga

Stud 13 de Recife

Stud Brocoió

Stud Cajuli

Stud Capitão

Stud Cariri do Recife

Stud Elle Et Moi

Stud Everest

Stud Gold Black

Stud Hulk

Stud Ilse

Stud La Nave Va

Stud Mengão 1981

Stud Palura

Stud Quando Será?

Stud Recanto do Derby

Stud Rotterdam

Stud Spumao

Stud Terceira Margem

Stud Turfe

Stud Verde

Stud Wall Street

  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês