Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

Bebe Frances – Stud Ilse

Deluge – Coudelaria Palura Mirim

Emerald Lady – Stud Wall Street

Joka Tango – Stud Lagoa 26

Maestro da Serra – Stud Cajuli

Neshama – Ulisses Lignon Carneiro

Pedra Petra Sarge – Stud Elle et Moi

Isola Di Fiore – Haras do Morro

Gata do Vizinho – Sinval Domingues de Araujo

George Valentin – Sinval Domingues de Araujo

Veramente Buono – Haras Old Friends

Evoque – Sinval Domingues de Araujo

Back And Forth – Stud Lagoa 26

Nikki Beach – Stud Wall Street

Imortallity Point – Stud Snob

Magic Citizen – Coudelaria Jessica

Kurdish – Stud Capitão

Justo Mano – Haras Di Cellius

Leodegrance – Sinval Domingues de Araujo

Real Woman – Stud Gold Black

Patureba – Sinval Domingues de Araujo

Japanese Morning – Stud Capitão

Hacienda Florida – Stud Palurape

Kremlin – Stud Hulk

Guaruman – Haras Planicie

Knowing – Stud Capitão

Angus – Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Coldplay ? Stud Hulk

Carrocel Encantado – Sinval Domingues de Araujo

Magic Citizen – Coudelaria Jessica









Preciosidades: Coaraze, o Grande Imperador
13/04/2010 - 14h00min

Décio Chieregatti

Coaraze, uma pérola da criação Boussac

Nesta semana do Cruzeiro do Sul, o nosso Derby, teremos em seu festival um novo páreo: a Prova Especial Coaraze, em 2.800 metros, que faz parte da nova Taça Quati para os nossos fundistas e formada por oito carreiras, indo de março a novembro.

Coaraze, uma das grandes pérolas da criação Boussac, ele mesmo um ganhador de Derby em seu país (campeão que foi do Prix du Jockey Club nos anos 40), de físico nobre e notável pedigree pois um Tourbillon na fantástica Corrida, bicampeã do Arc, importado pelo Jockey Club de São Paulo no início dos anos 50 (e já firmado como garanhão de alto nível em seu país de origem), veio a se consagrar como um dos maiores reprodutores jamais trazidos para o Brasil (para muitos, em termos históricos, o mais importante).

Logo, homenagem mais do que justa aqui nesta página e na grama carioca no domingo. E, de quebra, deu ele dois ganhadores do grandíssimo clássico que é o Derby carioca. Primeiro, o fenomenal Emerson, do Stud Seabra, em 1961, depois Rhône, do Haras Jahu e Rio das Pedras, campeão em 1971. Neste interregno, ainda avô materno de outro campeão do Cruzeiro do Sul, Gomil, primeiro em 1967.

Podemos dizer com toda a tranquilidade que sem Coaraze, o grande imperador, o nosso turfe teria sido muito mais pobre.

da Redação



<< Página anterior













12.812

12.844





















Coudelaria Atafona

Coudelaria FBL

Coudelaria Intimate Friends

Coudelaria Jessica

Coudelaria Pelotense

Haras Iposeiras

Haras Depigua

Haras do Morro

Haras Fazenda Eldorado

Haras Old Friends

Haras Planície

Haras Vale do Stucky

Jorge Olympio
Teixeira dos Santos

Ronaldo Cramer
Moraes Veiga

Stud 13 de Recife

Stud Beto e Fafa

Stud Brocoió

Stud Cajuli

Stud Capitão

Stud Cariri do Recife

Stud Elle Et Moi

Stud Everest

Stud Gold Black

Stud Hulk

Stud Ilse

Stud La Nave Va

Stud Mengão 1981

Stud Palura

Stud Quando Será?

Stud Recanto do Derby

Stud Rotterdam

Stud Sergio Barcellos

Stud Spumao

Stud Terceira Margem

Stud TNT

Stud Turfe

Stud Wall Street

  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês