Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

Elemento Fatal – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Baccos – Stud Cajuli

Questor Maximus – Stud Nunes de Miranda

Rufus Gê – Stud Nunes de Miranda

Faraoh Nilo – Stud Capitão

Selo Negro – Stud Cajuli

Podolski – Sinval Domingues de Araujo

Energia Important – Stud Gold Black

Kurdish – Stud Capitão

Final Road – Haras do Morro

Acteon Gaúcho – Stud Hulk

Quarteto de Cordas – Haras do Morro

Ombak Bagusse – Haras Clark Leite

Escasa – Haras do Morro

Roi Plantegenêt – Stud Nunes de Miranda

Isola Di Fiori – Haras do Morro

Dracarys – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Lookforthestars – Haras do Morro

Agassi – Stud Verde

Verso e Prosa – Stud Ilse

Last Hope – Coudelaria Jessica

Ghoul – Stud Verde

Famous Italian – Stud Palura

Risada Gaucha – Coudelaria Pelotense

Violino Solo – Haras do Morro

Gone Hollywood – Stud Verde

Palpite – Haras Clark Leite

Original Sin – Stud Gold Black

Jade Runner – Stud Palura

Obscene – Stud Gold Black









Julho | 2018

MGA carioca começa a reagir no final da Copa
11/07/2018 - 11h00min

O Movimento Geral de Apostas das corridas no Hipódromo de Gávea apresentou reação financeira nas reuniões do último final de semana. Coincidência ou não, com a eliminação da Seleção Brasileira na sexta-feira passada, os apostadores voltaram a apresentar maior interesse nos guichês do prado carioca. No sábado, o Jockey Club Brasileiro teve arrecadação de R$ 720.847,77, ou seja, acima da média habitual de R$ 650 mil. No domingo, deve ser considerado satisfatório o MGA de R$ 789.901,91, pouco abaixo dos R$ 800 mil, dos dias de importantes provas clássicas. E, como de costume, a corrida noturna de segunda-feira fechou como o maior MGA. Foram apostados R$ 830.383,84 numa reunião de nível técnico apenas razoável.

Em pouco tempo, as quatro reuniões semanais cariocas poderão ser realizadas sem a necessidade de forçar a barra. Parece bem provável, o aumento da população de equinos no Rio. A causa disso seria a opção de alguns proprietários e profissionais do turfe paulista de se transferir para a Gávea. Alguns deles, até já requereram matrículas. Atualmente, são formados de 34 a 36 páreos, e distribuídos em quatro reuniões. Financeiramente, já ficou comprovado que esta opção proporciona maior lucro aos cofres do Jockey Club Brasileiro.

Entretanto, se nos últimos meses, os páreos organizados tivessem sido fracionados, semanalmente, em apenas três programações, de 11 a 12 páreos, por dia, o prejuízo técnico das corridas seria bem menor. Sobretudo, nas reuniões noturnas, justamente as que vendem mais apostas. A distribuição dos melhores páreos no final de semana, sábado e domingo, dificulta para o handicapeur a possibilidade de qualificar as reuniões realizadas na segunda e terça-feira à noite. Reconheço, entretanto, que em tempos de crise, a opção escolhida, quase sempre, precisa ser àquela que se apresenta mais lucrativa. O assunto é bastante polêmico. Vamos aguardar os próximos acontecimentos.

por Paulo Gama



<< Anterior Próxima >>










12.893

12.844















Coudelaria Atafona

Coudelaria FBL

Coudelaria Intimate Friends

Coudelaria Jessica

Coudelaria Pelotense

Haras Clark Leite

Haras Iposeiras

Haras Depigua

Haras do Morro

Haras Old Friends

Haras Planície

Haras Vale do Stucky

Jorge Olympio
Teixeira dos Santos

Ronaldo Cramer
Moraes Veiga

Stud 13 de Recife

Stud Brocoió

Stud Cajuli

Stud Capitão

Stud Cariri do Recife

Stud Elle Et Moi

Stud Everest

Stud Gold Black

Stud H & R

Stud Hulk

Stud Ilse

Stud La Nave Va

Stud Palura

Stud Quando Será?

Stud Recanto do Derby

Stud Rotterdam

Stud Spumao

Stud Terceira Margem

Stud Turfe

Stud Verde

Stud Wall Street

  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês