Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

Melhor Maneira - Stud Verde

Matheus Julio - Stud Best Friends

Costa Azzurra - Stud H & R

Inforcer - Stud Best Friends

Hispaniola Time - Haras Iposeiras

Paris Seis - Haras do Morro

Atafona Beach - Coudelaria Atafona

Jackson Pollock - Stud Verde

I Saw Everything - Stud H & R

Melhor Maneira - Stud Verde

Kim Bessinger - Stud H & R

New Prada - Stud Everest

Northern Bold - Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Nepal - Haras Figueira do Lago

Gone Hollywood - Stud Verde

Mais Que Bonita - Stud Eternamente Rio

Guaruman - Haras Planície

Parigi - Haras Clark Leite

Oitenta Por Hora - Stud Happy Again

Allister - Stud Eternamente Rio

Penélope Charming - Haras do Morro

Menina Veneno - Haras Figueira do Lago

Neusely - Haras Figueira do Lago

Queijadinha - Haras do Morro

Pepsi-Queen - Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Atafona Beach - Coudelaria Atafona

Dracarys - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Madison - Haras Figueira do Lago

Kasablanca - Stud H & R

Mais Que Bonita - Stud Eternamente Rio







Colunista: Jéssica Dannemann

Foi dada a largada, por Jéssica Dannemann
20/03/2012 - 17h28min

Os caça–níqueis não fizeram nada para ajudar as corridas de cavalo

Com esse título Andrew Beyer, um dos mais notáveis e consagrados colunistas do turfe americano, com quatro livros publicados, recém assinou artigo no Washington Post afirmando que enquanto as corridas de cavalo prosperam em Santa Anita, as coisas não são tão boas nos hipódromos cujos caça–níqueis são a grande atração.

Claro! O americano está chegando à triste conclusão daquilo que sempre chamamos atenção aqui no Raia Leve: de que os proprietários de hipódromos com caça–níqueis vão perdendo totalmente o interesse pelas corridas de cavalo, considerando–as até um incomodo. “Eles não fizeram nenhum esforço para melhorar o jogo ou atrair novos fãs; jogadores de máquinas são clientes bem mais lucrativos”, escreveu Beyer.

Por outro lado (o que também sempre alertamos) não há argumentos para que as autoridades “defendam” a prosperidade de caça–níqueis dentro dos hipódromos, tanto assim que por lá, as coisas já começam a mudar de rumo de forma dramática:

– Na Pensilvânia, o Governador Tom Corbett propôs cortar 72 milhões de dólares em subsídios nas corridas de cavalo para bancar outros projetos de agricultura. Enquanto o dinheiro beneficiou proprietários, treinadores e criadores, não se fez nada para popularizar ou melhorar as corridas de cavalo. Ao contrário, feriu–se o esporte em muitos aspectos.

– Em Ontário, o governo da província propôs encerrar todos os subsídios dos caça–níqueis para a indústria do cavalo já a partir de 2013. O Ministro da Educação Laurel Broten soltou uma nota declarando, “Nós simplesmente não podemos nos dar ao luxo de apoiar os subsídios às corridas de cavalo, quando o dinheiro poderia melhorar os cuidados com a saúde dos idosos e oferecer jardim de infância o dia inteiro para nossas crianças.

– Em Indiana, o inspetor geral do estado defendeu o corte imediato do subsidio as corridas.

– Em Nova Jersey, o Governador Chris Christie encerrou o apoio dado pelo Estado as corridas de cavalo criticando os líderes do esporte por “extorquirem os contribuintes em milhões de dólares para subsidiar sua industria”. Christie ainda disse: “Não vou mais permitir que tirem dinheiro dos contribuintes do Estado para financiar a indústria de cavalos”.

Muitos governos estão sob severa pressão financeira e estão batalhando para manter os serviços básicos para seus cidadãos, assim como os políticos, que ao procurarem por fontes de lucro, não poderiam deixar de ignorar os milhões de dólares que giram em benefício das corridas de cavalo e que poderiam facilmente moldar argumentos populistas de que o dinheiro estaria sendo mal alocado”, escreveu Beyer.

Andrew Beyer termina o artigo afirmando que o atual status dos caça–níqueis será insustentável porque os políticos vão, cada vez mais, se perguntar: Por que deveríamos subsidiar um esporte com o qual tão poucas pessoas se importam? Por que deveríamos ajudar uma industria que não ajuda a si mesma?

A conclusão natural é que o caça–níquel seria o “Crack” do turfe brasileiro, a ruína que aniquilaria aos poucos o esporte como a droga corrói o organismo das pessoas. No começo é tudo maravilhoso (paz e amor), depois... Bom mesmo seria para os responsáveis pelo “tráfego”, e isso é de uma clareza de ofender os olhos, como diria Sergio Barcellos.

Esse é o ponto que a administração do “presidente” LECCA não observou quando dedicou quase todo o mandato em busca da exploração de caça–níqueis na Rua Jardim Botânico, assinando artigos no jornal, perdoando dívidas e outras coisitas mais.

Não observou porque jamais poderia observar, porque na verdade não tem o menor conhecimento dessa causa e tão pouco estava se incomodando com o futuro das corridas de cavalo e de seus profissionais.

O que estava em jogo era um outro jogo, na verdade nem o jogo era, seria  apenas a grande jogada do “Agente Credenciado Internacional” que nadaria de braçada pelas escassas águas do velho e bom Chico Preto.

Pena que este artigo não tenha sido disponibilizado pela “Gerência de Turfe” do JCB, interessada que está em publicar apenas aquilo que possa agradar o “patrão”, e certamente este artigo o desagradaria muito. Já que não temos “gol contra” no turfe, diria que o cavalo dessa gente ficou parado no partidor.

Para quem quiser ler a íntegra do artigo, é só acessar o link abaixo, e se alguém se interessar pelo Beyer, sugiro ler um de seus livros intitulado: “Picking Winners”, pois assim todos acabarão reforçando a idéia de que não deveria ter sido sequer permitida a entrada do “presidente” LECCA no hipódromo da Gávea.

http://www.washingtonpost.com/sports/money–from–slots–has–done–noth



<< Coluna anterior Próxima coluna >>



[ Escolher outro colunista ]










12.992

12.844



















Coudelaria Atafona

Coudelaria FBL

Coudelaria Intimate Friends

Coudelaria Jessica

Coudelaria Pelotense

Haras Clark Leite

Haras Iposeiras

Haras Depigua

Haras Figueira do Lago

Haras do Morro

Haras Old Friends

Haras Planície

Haras Vale do Stucky

Jorge Olympio
Teixeira dos Santos

Ronaldo Cramer
Moraes Veiga

Stud Brocoió

Stud Cajuli

Stud Capitão

Stud Cariri do Recife

Stud Cezzane

Stud Embalagem

Stud Everest

Stud Gold Black

Stud H & R

Stud Hulk

Stud Ilse

Stud La Nave Va

Stud Palura

Stud Quando Será?

Stud Recanto do Derby

Stud Rotterdam

Stud Spumao

Stud Terceira Margem

Stud Turfe

Stud Verde

Stud Wall Street
  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês