Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

I Saw Everything - Stud H & R

Jackson Pollock - Stud Verde

Melhor Maneira - Stud Verde

Kim Bessinger - Stud H & R

Northern Bold - Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Nepal - Haras Figueira do Lago

Gone Hollywood - Stud Verde

Mais Que Bonita - Stud Eternamente Rio

Guaruman - Haras Planície

Oitenta Por Hora - Stud Happy Again

Parigi - Haras Clark Leite

Penélope Charming - Haras do Morro

Allister - Stud Eternamente Rio

Queijadinha - Haras do Morro

Menina Veneno - Haras Figueira do Lago

Neusely - Haras Figueira do Lago

Pepsi-Queen - Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Atafona Beach - Coudelaria Atafona

Mais Que Bonita - Stud Eternamente Rio

Kasablanca - Stud H & R

Dracarys - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Madison - Haras Figueira do Lago

Queen Of Rio - Haras Clark Leite

New Look - Haras Figueira do Lago

Marlin Azul - Haras Figueira do Lago

Zyklus - Stud Cajuli

Neusely - Haras Figueira do Lago

Kassie’s Angel - Stud Eternamento Rio

Mstraubarry - Stud Verde

Gioia Bianca - Stud Wall Street







Colunista: Mário Rozano

De Turfe um pouco..., por Mário Rozano
14/09/2011 - 11h19min

CONGREVE O PRIMEIRO CHEFE DE RAÇA SUL–AMERICANO – PARTE II

A INFLUÊNCIA NA CRIAÇÃO BRASILEIRA

Levados para os Estados Unidos no final dos anos 50, dois dos mais destacados netos de Congreve, que atuavam na reprodução argentina: Nigromante, neto paterno, e Yatasto, pelo ramo materno, consolidavam o prestigio de primeiro chefe de raça sul–americano do grande filho de Copyright, colocando o elevage do hemisfério sul no cenário internacional.

A influência de Congreve na criação brasileira, muito embora com maior amplitude no Rio Grande do Sul, recebeu especial atenção da criação paulista, através dos irmãos Roberto e Nelson  Seabra, que sempre atentos e bem informados sobre qualquer movimentação no elevage brasileiro,  tiveram o cuidado de incluir no seleto plantel do Haras Guanabara, uma filha de Congreve. Tratava–se da égua Francesca, cujo primeiro produto, Frania, por Felicitacion, prestava serviço no modelar Haras do Arado de Breno Caldas, nos arredores de Porto Alegre.

Francesca, de prole numerosa, produziu dois elementos que obtiveram discreto destaque, contudo, vencedores de provas de hierarquia clássica: Francfort, por Royal Forest, e Frontenac, por Orsenigo.

Atuava no Haras Guanabara,  uma filha de Foxhunter em  La Missión, Beneditine, que foi nas pistas a mais destacada de todas as filhas de Congreve – que entre muitas vitórias, conquistou de forma inédita a Quádrupla Coroa Argentina. Beneditine, de 1954 a 1960, teve sete produtos consecutivos: em Belphegor, por Birikil, e Benghazi, por Royal Forest, ambos atuaram no Rio Grande do Sul, e foram vencedores no Cristal.

Através de netas de Congreve, uma pelo lado paterno, a outra pelo lado materno, que o haras dos irmãos Seabra recebeu os dividendos do grande chefe de raça. Em especial a égua  Duty, por Embrujo, que produziu a notável Dulce, e a Empeñosa, por Ful Sail e Ermua, por Congreve, que deu nada mais nada menos que o excepcional Emerson, ambos vencedores do Derby Sul Americano, sendo a primeira filha de Royal Forest e o segundo,  filho de Coaraze.

Existiram diversas outras descendentes de Congreve nos  principais haras brasileiros, inclusive no Mondesir, onde Fiducia, por Mazarino, produziu ganhadores clássicos  como Risoleta, Tomba e Zung. Mesmo estando  ao lado de grandes éguas européias  de origem nobre que integravam a maioria do plantel do haras, possivelmente o de maior número de reprodutoras inglesas, irlandesas e francesas reunidas na América do Sul nos anos 60.

Indubitavelmente, foi a criação gaúcha que recebeu em maior número aos descendentes de Congreve,  nada menos que seis filhos aturam em importantes haras: Rosebery, Rinconete, Arrebol, Grain’dOr, Pirrincho e Manduca, este no haras de Flores da Cunha.

Entre os netos paternos de Congeve que figuraram na criação sul–rio–grandense: Jubeo (Haut Brion e Jocosa); Cloro (Clarin e La Charmeuse) e Ourobrujo (Embrujo e Mar Picada). Três netos maternos: Sommelier (Pont L’Eveque e La Cave, por Congreve); Bisoño (Bahram e Bimba, por Congreve) e Lastre (Alan Breck e Lakmé, por Congreve).

Passados mais de 50 anos, quando a America do Sul vai produzir um novo chefe de raça?



<< Coluna anterior Próxima coluna >>



[ Escolher outro colunista ]










12.992

12.844



















Coudelaria Atafona

Coudelaria FBL

Coudelaria Intimate Friends

Coudelaria Jessica

Coudelaria Pelotense

Haras Clark Leite

Haras Iposeiras

Haras Depigua

Haras Figueira do Lago

Haras do Morro

Haras Old Friends

Haras Planície

Haras Vale do Stucky

Jorge Olympio
Teixeira dos Santos

Ronaldo Cramer
Moraes Veiga

Stud Brocoió

Stud Cajuli

Stud Capitão

Stud Cariri do Recife

Stud Cezzane

Stud Embalagem

Stud Everest

Stud Gold Black

Stud H & R

Stud Hulk

Stud Ilse

Stud La Nave Va

Stud Palura

Stud Quando Será?

Stud Recanto do Derby

Stud Rotterdam

Stud Spumao

Stud Terceira Margem

Stud Turfe

Stud Verde

Stud Wall Street
  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês